Entrar
Perfil
CULTURA

Suzano realiza a 7ª Mostra Internacional de Curtas a partir desta terça

Serão exibidas, no Cineteatro, 15 sessões com mais de 50 filmes do mundo todo e a abertura contará com a presença do cineasta Jean-Claude Bernardet

O Diário
16/10/2023 às 16:07.
Atualizado em 16/10/2023 às 16:08

As produções internacionais serão exibidas no segundo dia da mostra, a partir das 19h30, no Cineteatro de Suizano. (Divulgação/Secop Suzano)

O Cineteatro Wilma Bentivegna de Suzanio recebe a partir desta terça-feira (17), às 19 horas, a 7ª Mostra Internacional de Curtas-Metragens do Alto Tietê, que exibirá 15 sessões até sábado (21), com mais de 50 filmes do mundo todo, incluindo produções locais. A programação completa do evento, que conta com organização do coletivo "Curta Suzano" e apoio da Secretaria Municipal de Cultura, pode ser conferida pelo site curtasuzano.com.br.

Dois convidados especiais marcarão presença. Na abertura, o crítico e cineasta Jean-Claude Bernardet prestigiará a atividade inaugural do evento apresentando seu último filme, o curta "Cama Vazia", às 19h30, e repercutindo a obra com os presentes a partir das 20 horas. Para marcar o encerramento da programação, no sábado, o vice-presidente do Instituto Cubano de Arte e Indústria Cinematográfica (ICAIC), Roberto Smith de Castro, falará sobre as atividades desenvolvidas no segmento, a partir das 18 horas.

As produções internacionais serão exibidas no segundo dia da mostra, a partir das 19h30. De forma sequencial, serão apresentadas "Fantasmagoría", do chileno Juan Francisco González; o filme português "Maria", de Guilherme Carravetta; o curta francês "Office", de Marine Pichon; a produção americana "For the Skeptical", de Dawn Westlake; e o moçambicano "A corda", de Hélder Bata. A classificação indicativa para esta sessão, chamada de "Arujá", é de 16 anos.

Entre quarta (18) e sexta-feira (20) está prevista a apresentação dos filmes produzidos no Alto Tietê. Na quarta-feira, na sessão "Ferraz de Vasconcelos", serão exibidas, a partir das 10 horas, a produção mogiana "Fã nº 1", de Elder Fraga; o curta de Guarulhos "Não Somos Mais o que Éramos", de Patrícia Sá; o filme de Mogi das Cruzes "Duas opções", de Gui Rafaini; e a produção suzanense "Janaína", de EdyArte. A classificação indicativa é de 14 anos.

Na quinta-feira (19/10), os filmes da região começam a ser exibidos às 19h30. Está programada, na sessão "Biritiba Mirim", a apresentação dos curtas de Guarulhos "Amor Eterno", de Rubens Mello, e "Rouxinol", de Renato Queiroz e Daniel Neves; assim como as produções mogianas "A outra mãe", de Sara Fernandes; "Viva. Morra. Repita", de Felipe Paixão; e "Empathy", de Marcos Rangel. A classificação indicativa é de 18 anos.

Já na sexta-feira, os curtas começam no fim da tarde. Na sessão "Guararema", a partir das 17 horas, está prevista a exibição do curta de Ferraz de Vasconcelos, "Me Enxergo Quando Te Vejo", de Michele Brito e Guillermo Alves; a produção de Guarulhos "Carpição - Ressignificação e Permanência", de Janaina Reis; e os filmes suzanenses "Aviso à Gazeta Geral: A Periferia Vai Continuar Gritando", de Tiago da Silva, e "Rixa do Badra", da Associação de Assistência à Mulher, ao Adolescente e à Criança Esperança (Aamae). A classificação indicativa é livre para todas as idades.

Serão auferidos no mínimo 18 premiações, por meio de estatueta em barro e verniz, criada especialmente para a mostra deste ano, pela artista visual suzanense Thuanny Travassos. Serão contempladas nove categorias para os curtas do Alto Tietê e nove para as demais produções nacionais com os prêmios de Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Roteiro, Melhor Interpretação, Melhor Interpretação em Papel Coadjuvante, Melhor Montagem, Melhor Fotografia, Melhor Som e o Melhor Filme-Escolha do Público.

O cineasta e um dos organizadores da mostra, Escobar Franelas, afirmou que o evento facilita o acesso a grandes produções e valoriza a cultura na região. "O objetivo do coletivo Curta Suzano, que criou e organiza esta mostra, é fomentar toda a cadeia audiovisual no Alto Tietê mediante a visibilidade do debate e do apoio à produção, que contribui com a criação de público para o cinema nacional", declarou.

O vice-prefeito e secretário municipal de Cultura, Walmir Pinto, destacou a importância do evento para os amantes e profissionais do cinema. "A Mostra Internacional de Curtas-Metragens é um grande presente para os suzanenses. Conseguimos reunir na programação grandes produções locais, nacionais e internacionais, inclusive trazendo convidados de renome no segmento. Será uma grande oportunidade para oferecermos à população filmes de qualidade e com muito conteúdo, valorizando a cultura local", ressaltou Walmir.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2023É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por