MENU
BUSCAR
Educação

Suzano está com inscrições abertas para o EJA de 2022

Modalidade oferece a oportunidade para que pessoas acima de 15 anos retomem os estudos nos anos iniciais do ensino fundamental.

O DiárioPublicado em 16/11/2021 às 08:40Atualizado há 21 dias
A Escola Municipal José Celestino é uma das unidades que realizam o EJA no momento / Mauricio Sordilli - Prefeitura de Suzano
A Escola Municipal José Celestino é uma das unidades que realizam o EJA no momento / Mauricio Sordilli - Prefeitura de Suzano

A Secretaria de Educação de Suzano segue com matrículas abertas para as novas turmas de Ensino de Jovens e Adultos (EJA) do primeiro semestre de 2022. A modalidade oferecida pela rede municipal compreende os primeiros anos do ensino fundamental, tendo como foco principal a fase de alfabetização. As inscrições não têm prazo de encerramento, mas são suspensas no final de dezembro, por causa do recesso letivo em razão das festividades de Natal e Ano-Novo.

Para se inscrever e garantir sua vaga para o próximo ano letivo, o interessado com 15 anos de idade ou mais deve se dirigir a uma instituição de ensino municipal, munido de RG e comprovante de endereço. As Escolas Municipais (EMs) que realizam o EJA no momento são: Abrão Salomão Domingues, no Tabamarajoara; Adélia de Lima Franco, no Jardim Amazonas; Célia Pereira de Lima, no Jardim Cacique; José Celestino, no Jardim Varan; Luiz Romanato, na Vila Maluf; Mércia Amaral Andrade de Brito, no Parque Residencial Casa Branca; e Victor Salviano, no Miguel Badra. Caso seja identificada procura considerável em outros bairros, novas turmas poderão ser criadas em mais unidades de ensino.

O processo de matrícula não exige nenhuma outra documentação e pode ser feito inclusive por pessoas menores de 18 anos, desde que estejam acompanhadas de um responsável com seu respectivo RG. Para notificar a população sobre a disponibilidade de vagas e como se inscrever, a pasta fará divulgação nessas regiões por meio de carros de som. A medida foi estabelecida levando em consideração que parte do público-alvo ainda não é alfabetizada e, portanto, tem dificuldade de acesso a mídias convencionais, como cartazes. Aqueles que buscam o EJA dos anos finais do ensino fundamental ou do ensino médio devem procurar a rede estadual de ensino.

O titular da pasta, Leandro Bassini, destacou a importância do EJA, que é uma oportunidade totalmente gratuita e acessível de retomar os estudos com conteúdo e abordagem adaptados para cada grau de conhecimento dos estudantes. "Durante as atividades remotas, os alunos da modalidade enfrentaram algumas dificuldades por causa do acesso às plataformas, pois ainda estavam aprendendo a ler e dependiam muitas vezes da ajuda dos filhos para usar os meios digitais. Este retorno presencial tem nos permitido dar ainda mais atenção a eles. Para além de abrir novas possibilidades profissionais, o estudo também contribui para melhorar a qualidade de vida daqueles que não tiveram a oportunidade de frequentar a escola na idade adequada", explicou.

Atualmente, o EJA municipal conta com 156 alunos matriculados de várias faixas etárias. De acordo com levantamento oficial da pasta, a procura já tem aumentado neste retorno presencial e o perfil majoritário é de pessoas entre 50 e 60 anos. A expectativa da administração municipal é também acolher mais alunos de outras faixas etárias, em especial daqueles com 15 anos.