MENU
BUSCAR
Saúde

Santa Casa de Suzano recebe intervenção temporária para melhorias

Durante as obras, os procedimentos de urgência da maternidade, do centro cirúrgico e da UTI deverão ser remanejados para hospitais públicos da região.

O DiárioPublicado em 08/10/2021 às 09:34Atualizado há 9 dias
A obra do telhado tem prazo 5 meses para ficar pronta e deve ser concluída em janeiro / Irineu Junior - Prefeitura de Suzano
A obra do telhado tem prazo 5 meses para ficar pronta e deve ser concluída em janeiro / Irineu Junior - Prefeitura de Suzano

A Santa Casa de Misericórdia de Suzano segue com as ações de melhoria na infraestrutura da unidade, dando início à última etapa da cobertura do telhado, que já está 75% concluída. Para isso, os procedimentos de urgência da maternidade, o centro cirúrgico e a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) deverão ser remanejados para hospitais públicos da região por meio da Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde (Cross), a partir da tarde desta sexta-feira (8).

O trabalho terá duração de 30 a 40 dias. Neste período de intervenção, a demanda das alas mencionadas será diluída em cinco outros equipamentos de Saúde da região. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Pedro Ishi, a medida é necessária para garantir mais conforto e segurança aos pacientes da unidade, que abriga ainda o setor de ortopedia em atendimento ambulatorial.

"Nos reunimos com a Secretaria de Estado de Saúde e pedimos prioridade para a demanda suzanense. Será uma intervenção necessária para melhorias muito aguardadas na Santa Casa. As obras estão bastante avançadas, garantindo mais qualidade no atendimento a partir dos próximos meses. Pedimos a compreensão de todos porque estamos trabalhando agora para que no futuro tenhamos um hospital melhor, com telhado novo e, em breve, também com aprimoramento na parte hidráulica, elétrica e de alvenaria da unidade", explicou.

A Santa Casa de Suzano realiza em média 220 partos e 30 cirurgias ginecológicas por mês. Os procedimentos serão remanejados, por meio do sistema Cross, para os hospitais Santa Marcelina (Itaquaquecetuba), Luzia de Pinho Melo (Mogi das Cruzes), Dr. Arnaldo Pezzuti Cavalcanti (Mogi das Cruzes), Dr. Osíris Florindo Coelho (Ferraz de Vasconcelos) e Hospital Estadual de Diadema.

O chefe da pasta ressaltou que os pacientes não ficarão desassistidos, uma vez que o processo de transferência para as outras unidades acontece de maneira ágil. "Teremos todo trabalho de acolhimento e direcionamento durante o período de intervenção. As orientações junto aos colaboradores da unidade serão intensificadas para que todos os pacientes sejam bem recebidos e referenciados. Estamos alinhados com a Saúde estadual para que essa transferência ocorra com agilidade e segurança", destacou.

Obras

A reforma no telhado da Santa Casa de Suzano foi retomada no mês de agosto após a suspensão do trabalho em 2020, devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A ação dividida em quatro etapas tem prazo de cinco meses, devendo ficar pronta até janeiro. A intervenção vem com a proposta de modernizar todo o espaço, que foi construído em 1964.

A obra contempla a substituição das estruturas do telhado, em uma área de 900 metros quadrados, sendo executada pela Fort Service Company e Construtora, empresa vencedora do processo licitatório. O investimento total é avaliado em R$ 878 mil, com recursos próprios da unidade, oriundos de repasses fixos dos governos Federal, Estadual e Municipal.