Entrar
Perfil
Orientação

Procon atende demandas de consumidores suzanenses de forma gratuita

Entidade visa proteger direitos previstos por lei contra práticas abusivas no comércio.

O Diário
22/07/2022 às 09:11.
Atualizado em 22/07/2022 às 09:12

A advogada Daniela Itice é a coordenadora do órgão e fala sobre a importância de conhecer os direitos do consumidor (Maurício Sordilli - Prefeitura de Suzano)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
Orientação

Procon atende demandas de consumidores suzanenses de forma gratuita

Entidade visa proteger direitos previstos por lei contra práticas abusivas no comércio.

O Diário
22/07/2022 às 09:11.
Atualizado em 22/07/2022 às 09:12

A advogada Daniela Itice é a coordenadora do órgão e fala sobre a importância de conhecer os direitos do consumidor (Maurício Sordilli - Prefeitura de Suzano)

O Procon Suzano, com sede na rua Baruel, 126, no centro da cidade, promove acompanhamento presencial aos suzanenses que sintam seus direitos de consumidor violados de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas. O auxílio do órgão municipal também pode ser recorrido gratuitamente de forma remota por meio dos telefones (11) 4744-7322 e (11) 4744-7461 ou pelo e-mail procon@suzano.sp.gov.br.  

Para a coordenadora do órgão, a advogada Daniela Itice, conhecer seus direitos e contar com o acompanhamento do Procon promove maior segurança aos consumidores. "É importante que os consumidores estejam cientes para que possam entrar em contato no caso de sentirem que seus direitos foram violados e ter o pleno conhecimento deles para devolverem, trocarem ou até mesmo pedirem reembolso de produtos", contou. 

Carregando...

Entre mutirões de atendimento, encontros presenciais e auxílios remotos, órgão somou 765 reclamações abertas e 150 atendimentos concluídos de forma imediata no primeiro quadrimestre de 2022, conduzindo processos de devolução de produtos, fiscalização de preços na rede de comércios e apoio em uma série de demandas da população local. 

Segundo a advogada, a área de atuação do órgão também inclui a conscientização, realizada a partir de ações pontuais e fiscalizações prévias. "Buscamos auxiliar os consumidores para que estejam cientes no momento de uma compra para, por exemplo, consultar os melhores preços, verificar o histórico do estabelecimento e evitar situações desnecessárias. Mas, caso estas aconteçam, estaremos sempre prontos para servir a população", finalizou Daniela.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conoscoConteúdo de marcaConteúdo de marca
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por