MENU
BUSCAR
SEGURANÇAS

Defesa Civil de Suzano lança Plano Verão 2021/2022

Iniciativa da administração municipal propõe ações de prevenção e contenção de catástrofes naturais até março do ano que vem

O Diário Publicado em 29/11/2021 às 19:35Atualizado há 2 meses
Foto: divulgação / Mauricio Sordilli / Secop Suzano
Foto: divulgação / Mauricio Sordilli / Secop Suzano

A Secretaria de Segurança Cidadã de Suzano, por meio da Defesa Civil, realizou nesta segunda-feira (29/11) o lançamento oficial da nova edição do plano de contingência integrado, o Plano Verão 2021/2022, que estará em vigência na cidade entre os dias 1º de dezembro e 31 de março. Na oportunidade, o setor apresentou o planejamento elaborado para este período de chuvas, com o objetivo de atuar na prevenção e contenção de catástrofes naturais, como enchentes, alagamentos e deslizamentos.

 A cerimônia foi sediada no Cineteatro Wilma Bentivegna e contou com a presença do prefeito Rodrigo Ashiuchi. A Defesa Civil, que tem à frente o diretor Antonio Wenzler, explanou os principais pontos do Plano Verão 2021/2022 para os servidores presentes que, eventualmente, deverão atuar até o final do primeiro trimestre de 2022. Uma apostila com conteúdo orientativo também foi deixada à disposição.

 De acordo com o diretor, a previsão para esses próximos meses é de um maior índice pluviométrico devido às chuvas de verão, o que pode afetar áreas em situação de vulnerabilidade, são 43 atualmente. Por isso, o setor une forças com as demais secretarias e outros grupos estratégicos, como o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa), o Corpo de Bombeiros e as Polícias Civil e Militar para um trabalho efetivo e amplo.

 “Este planejamento começa logo no mês de abril e vai até o final de novembro, analisando e monitorando todas as áreas de risco. Também nos empenhamos com as turmas do Núcleo de Apoio da Defesa Civil (Nupdec), que desde 2018 já formou cerca de 130 pessoas, para que saibam como agir em momentos de crise. É um modelo exitoso, inclusive adotado como referência pelo governo do Estado”, disse Wenzler.

 O secretário municipal de Segurança Cidadã, Elias Marques, completou a fala lembrando da importância da união neste período para que, em situações de ocorrências, tudo seja feito de maneira organizada e tranquila. “É o quinto Plano Verão liderado pela Defesa Civil com a atual gestão do prefeito Rodrigo Ashiuchi. Quem acompanha de perto, sabe da luta dessa equipe e do quanto já evoluímos, sobretudo na questão de alagamentos em bairros de Palmeiras e no Parque Maria Helena. São localidades que mensalmente sofriam com os alagamentos e hoje isso já não acontece com tanta frequência, graças à prevenção da Defesa Civil e seus parceiros, incluindo os importantes trabalhos  executados pela Secretaria Municipal de Manutenção e Serviços Urbanos”, afirmou. 

 Já o prefeito Rodrigo Ashiuchi destacou a pluralidade do território suzanense. “Suzano é uma cidade de várias realidades e eu fico feliz por conseguirmos nos organizar para minimizar os impactos, de maneira efetiva, em todas as áreas. Ninguém faz nada sozinho. Precisamos cuidar dos suzanenses em situação de vulnerabilidade social, da limpeza, da manutenção urbana e da questão ambiental. Aos poucos avançamos, sanamos as áreas de risco e garantimos mais dignidade e segurança às famílias”.

 A cerimônia foi prestigiada pelos secretários Alex Santos (Governo), Marcelo Prado (Comunicação Pública) e Samuel Oliveira (Manutenção e Serviços Urbanos), pelo vereador Artur Takayama e pelo assessor Roger Maso, representando o vereador Marcel Pereira da Silva, o Marcel da ONG. Ainda marcaram presença os coordenadores da Defesa Civil, Viviane Raquel e Iraquitan Brito Fernandes, e o presidente da Cipa, César Braga.

 Também estiveram presentes Moacyr Ferreira Júnior, analista de relacionamento de poder público e grandes clientes da EDP São Paulo; Roberto Kobayashi, presidente do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) Boa Vista; Sidney Custódio de Souza, comandante da Guarda Civil Municipal (GCM) de Arujá; Gerson Henrique dos Santos, representante da Secretaria de Segurança Urbana e Defesa Civil de Rio Grande da Serra; João Paulo Pinheiro, representante do coronel Waldir Pires, da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil de Guarulhos; e Sargento Costa Ribeiro, representante do major Júlio Teodoro Martins Júnior, do 6º Batalhão de Policiamento Rodoviário (6º BPRV).