Entrar
Perfil
Em Suzano

Canil é acionado pela Patrulha Maria da Penha e prende agressor

Agentes patrulhavam a Estância Angelina quando receberam o chamado; Homem estava no quintal da casa da vítima.

O Diário
13/01/2023 às 10:59.
Atualizado em 13/01/2023 às 14:11

A Patrulha Maria da Penha atua durante 24 horas em Suzano (Mauricio Sordilli - Prefeitura de Suzano)

A equipe do Canil da Guarda Civil Municipal (GCM) de Suzano auxiliou a Patrulha Maria da Penha nesta terça-feira (10) ao prender um agressor que havia desrespeitado uma medida protetiva expedida pela Justiça em desfavor dele. O pedido de socorro foi solicitado pela vítima, que acionou a GCM por meio do aplicativo "Está Acontecendo". O caso ocorreu no bairro Estância Angelina, no distrito de Palmeiras, por volta das 18h20.

Ao chegar no endereço da vítima, os agentes visualizaram o agressor no quintal, alegando que estava lá para buscar alguns objetos pessoais, entretanto, posterior a essa situação, a ex-esposa informou aos GCMs que ele havia golpeado a porta da propriedade e ainda danificou o muro do imóvel. Foi neste momento que a vítima acionou o "Está Acontecendo" e uma viatura do Canil, que estava mais próxima do local, foi destacada para atender o chamado dada a urgência da situação.

Preso pelos agentes, o homem já havia sido detido em outra ocasião pelo crime de violência doméstica e tinha ciência que estava impedido legalmente de se aproximar da vítima. Ele foi levado para a Delegacia de Polícia Central, onde teve a prisão confirmada pelo delegado de plantão.

Drogas

Em outra ocorrência, desta vez no domingo (8), o Canil realizava patrulhamento preventivo por volta das 17 horas pelo bairro Jardim Alterópolis, quando foram informados por um morador do bairro que uma dupla estaria vendendo drogas em um terreno atrás da Escola Estadual Professora Yolanda Bassi. Uma vez no local, os GCMs identificaram os indivíduos, que fugiram com a aproximação da viatura e jogaram uma mochila no chão.

Apesar da tentativa de fuga, ambos foram detidos e, na bolsa, recuperada após a abordagem, havia 37 papelotes de maconha, 180 pinos e papelotes de crack, 58 pinos e papelotes de cocaína e mais R$ 90. A dupla recebeu voz de prisão, sendo levada para a DP Central para prestar depoimento. Os entorpecentes foram apreendidos e também enviados para a delegacia. A ação teve apoio da cadela Rakcha.

O secretário interino de Segurança Cidadã, Afrânio Evaristo da Silva, afirmou que embora sejam de grupamentos diferentes, a GCM de Suzano atua como uma única para contribuir com a segurança da população. "Mesmo sendo uma ocorrência típica da Patrulha Maria da Penha, o Canil foi acionado e rapidamente chegou ao local a ponto de prender o agressor no quintal da vítima. Então, mesmo que tenhamos grupamentos distintos, a Guarda Civil Municipal trabalha para o bem comum de todos e todas", destacou o chefe da pasta.

Sobre as drogas e a prisão efetuada no Jardim Alterópolis, o chefe da pasta ressaltou o compromisso dos agentes em atender os moradores. "Neste caso nem precisou de uma denúncia por meio dos canais oficiais, durante patrulhamento mesmo o Canil foi acionado por um suzanense e na mesma hora os agentes se deslocaram até o local informado, prenderam o casal e recolheram os entorpecentes", finalizou o secretário.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2023É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por