ARTIGO

SP tem baixa mortalidade no trânsito

Ernesto Mascellani Neto

Nesta Semana Nacional de Trânsito, principal calendário do país dedicado à promoção de atitudes responsáveis no setor, há importantes notícias para compartilhar com a população sobre boas iniciativas para trânsito e mobilidade. Uma delas, os bons resultados do persistente trabalho do Detran.SP para tornar o tráfego cada vez mais seguro no Estado, que concentra 30% da frota de veículos terrestres do Brasil. Dados do Infosiga SP de 2019 revelam que São Paulo alcançou taxa de óbitos mais baixa ante a média mundial, mensurada pela Organização Mundial de Saúde (OMS): aqui, são 12,3 vítimas fatais por 100 mil habitantes; enquanto os dados da OMS mostram que em nível global são 18,3 mortes a cada 100 mil pessoas. E na comparação entre 2015 – início da série histórica do Infosiga SP – e 2019, as mortes no trânsito paulista diminuíram 16%. No último ano houve 1.029 ocorrências a menos do que o registrado em 2015.

Igualmente relevante é o anúncio que, a partir de agora, o Infosiga SP é gerido pelo Detran.SP. A transferência do serviço permitirá a proposição de ações preventivas ainda maiores pelo Estado. Dados do Infosiga SP revelaram que 94% dos acidentes de trânsito ocorridos no território paulista decorrem de falha humana. E, dentro desse percentual, os grupos mais vitimados são os motociclistas. A este público, principalmente os motofretistas, estamos com diversas ações de orientação e segurança no trânsito.

Com a campanha educativa “Sem Respeito Não Dirija” estamos levando mensagens sobre prevenção de acidentes e a importância de um comportamento cidadão aos pedestres e motoristas. Com apoio da Secretaria de Transportes Metropolitanos, as mensagens estarão presentes nas estações e vagões do Metrô e da CPTM, além de terminais da EMTU. Em parceria com o DER, Artesp e concessionárias de rodovias, faixas e painéis eletrônicos dedicam espaço para as mensagens, assim como nos canais digitais do Governo de São Paulo. As ações permanentes nos permitem ampliar a inteligência capaz de apontar soluções específicas para os problemas de trânsito, tornando os resultados mais expressivos. É o Estado de São Paulo e o Detran.SP trabalhando para preservar vidas.

Ernesto Mascellani Neto é diretor-presidente do Detran de São Paulo


Deixe seu comentário