CARTAS

Relaxamento

Bastou a flexibilização para que tenha havido um relaxamento nas medidas preventivas de higienização por parte de alguns supermercados da cidade.

A higienização dos carrinhos com álcool, que antes era frequente, deixou de ser feita.

Nas próprias feiras livres, o álcool gel já não está exposto e oferecido nas bancas, para que os clientes possam usar.

Tais denúncias foram devidamente comprovadas pessoalmente, o que causa apreensão sobre as consequências desse relaxamento.

Penso que as autoridades deveriam fiscalizar com maior rigor e orientação para que o esforço não seja em vão. Fica aqui o meu protesto.

Horácio Xavier Franco Filho

horacioxavier@uol.com.br


Deixe seu comentário