BALANÇO

Registros de estupros e furtos de veículos têm queda em Mogi das Cruzes, aponta SSP

CENÁRIO Roubos em geral apresentaram redução de 18,5% em Mogi no comparativo entre julho e agosto. (Foto: arquivo)

Os registros de crimes como roubo, furto de veículos e estupro, nos distritos policiais de Mogi das Cruzes, apresentam queda em agosto último na comparação com o mesmo mês de 2019, assim como julho de 2020. Pela primeira vez desde abril do ano passado, o município não notificou novo homicídio doloso – quando há intenção de matar -, apesar do aumento recorde de sete tentativas deste delito, contra quatro nos 30 dias anteriores. As informações integram balanço divulgado na tarde desta sexta-feira (25) pela Secretaria de Estado da Segurança Pública.

O total de estupros caiu 64,7% entre julho e agosto, após retração de 17 para seis casos da agressão – menor número observado nos últimos quatro meses. A queda chega a 50% na comparação com agosto de 2019, quando foram abertos 12 boletins de ocorrência deste crime.

Indicadores criminais de Mogi das Cruzes em 2020

Ocorrência Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Total
HOMICÍDIO DOLOSO (2) 2 4 1 2 2 4 1 0 16
Nº DE VÍTIMAS EM HOMICÍDIO DOLOSO (3) 3 4 1 2 2 4 1 0 17
HOMICÍDIO DOLOSO POR ACIDENTE DE TRÂNSITO 0 0 0 0 0 0 0 0 0
Nº DE VÍTIMAS EM HOMICÍDIO DOLOSO POR ACIDENTE DE TRÂNSITO 0 0 0 0 0 0 0 0 0
HOMICÍDIO CULPOSO POR ACIDENTE DE TRÂNSITO 3 2 1 2 4 5 0 3 20
HOMICÍDIO CULPOSO OUTROS 0 1 0 0 0 0 0 0 1
TENTATIVA DE HOMICÍDIO 1 3 4 0 1 3 4 7 23
LESÃO CORPORAL SEGUIDA DE MORTE 0 0 1 0 0 0 0 0 1
LESÃO CORPORAL DOLOSA 53 57 59 44 42 72 76 69 472
LESÃO CORPORAL CULPOSA POR ACIDENTE DE TRÂNSITO 45 21 29 16 23 22 34 25 215
LESÃO CORPORAL CULPOSA – OUTRAS 15 16 12 11 12 11 13 12 102
LATROCÍNIO 0 0 0 0 0 0 0 0 0
Nº DE VÍTIMAS EM LATROCÍNIO 0 0 0 0 0 0 0 0 0
TOTAL DE ESTUPRO (4) 8 4 13 4 4 12 17 6 68
ESTUPRO 0 3 2 1 0 3 7 1 17
ESTUPRO DE VULNERÁVEL 8 1 11 3 4 9 10 5 51
TOTAL DE ROUBO – OUTROS (1) 87 80 93 85 94 79 81 66 665
ROUBO – OUTROS 86 79 93 82 92 77 80 63 652
ROUBO DE VEÍCULO 14 15 19 10 15 9 21 20 123
ROUBO A BANCO 0 0 0 0 0 0 0 0 0
ROUBO DE CARGA 1 1 0 3 2 2 1 3 13
FURTO – OUTROS 328 254 197 142 135 216 212 217 1701
FURTO DE VEÍCULO 71 55 55 50 62 55 59 41 448

Desde o começo do ano, Mogi das Cruzes registrou 68 estupros, sendo a grande maioria (51) referente a vulneráveis. No mesmo período do ano passado foram 80.

Já os roubos gerais caíram 18,5%: foram 81 em julho e 66 no mês passado. A queda é maior, de 31,5%, considerando os 96 registros do delito em agosto do ano passado.

A diminuição mais tímida ocorreu no roubo de veículos, que continuou elevada para os parâmetros da cidade. O recorde do delito neste ano ocorreu em julho, quando 21 motoristas foram rendidos. Já em agosto, esse número abaixou para 20.

Até agosto deste ano, ao menos 123 veículos foram roubados – em média 15 por mês.

Já entre janeiro e agosto de 2019, foram 179, o que aponta redução no crime no acumulado do ano.

Outro índice satisfatório é observado entre os furtos de veículos, que caíram de 59 para 41 entre julho e agosto – menor número visto desde 2018.

Na contramão, os roubos de carga subiram de 1 para 3 no período, em elevação de 200%. Igual aumento percentual é visto na comparação com o mesmo mês de 2019.

Em agosto, as delegacias de Mogi das Cruzes não registraram homicídio doloso por acidente de trânsito, nem lesão corporal seguida de morte ou latrocínio (roubo seguido de morte) ou roubo a banco.

Panorama Estadual

Já o Estado de São Paulo terminou o mês de agosto com redução nos roubos e furtos em geral e de veículos, nos roubos de carga e nos estupros. O indicador de extorsões mediante sequestro zerou em todo o Estado.

Nos roubos em geral, a redução foi de 29,1%, ou 6.386 casos em números absolutos. Foram 15.552 roubos no oitavo mês deste ano, contra 21.938 em igual período do ano passado. É a primeira vez na série histórica, iniciada em 2001, que o indicador fica abaixo de 17 mil.


Deixe seu comentário