Entrar
Perfil
INSEGURANÇA

Vereador pede rondas ostensivas após Mogi registrar 13 furtos por dia

Edson dos Santos assina moções ao governo do Estado e Guarda Municipal de Mogi após alta dos crimes

Eliane José
26/10/2022 às 11:16.
Atualizado em 26/10/2022 às 11:46

Câmara de Mogi refaz pedido por mais policiamento ostensivo em bairros da cidade (Divulgação - Governo de SP)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
INSEGURANÇA

Vereador pede rondas ostensivas após Mogi registrar 13 furtos por dia

Edson dos Santos assina moções ao governo do Estado e Guarda Municipal de Mogi após alta dos crimes

Eliane José
26/10/2022 às 11:16.
Atualizado em 26/10/2022 às 11:46

Câmara de Mogi refaz pedido por mais policiamento ostensivo em bairros da cidade (Divulgação - Governo de SP)

Alarmado com mais recentes balanços da Secretaria de Segurança Pública sobre os índices criminais de Mogi das Cruzes, o vereador Edson dos Santos (PSB) encaminhou novos pedidos de reforço no policiamento ostensivo em todos os bairros da cidade. Os números mostram a alta da violência ocorrida entre janeiro a setembro deste ano.

Nos últimos meses, vereadores têm destacado a necessidade de se ampliar as rondas em bairros centrais e periféricos.

Somente em um recorte, o de furtos, Mogi das Cruzes registrou em 10 meses, 3.615 boletins de ocorrências, sendo que observando os dados isolados dos meses de janeiro e setembro, o aumento foi de 302 casos para 422, ou seja, 39,7%. Na comparação entre os meses, janeiro teve 16 roubos de carro, e em setembro, 24, ou seja, 50%.

No mês passado, Mogi das Cruzes apresentou recorde de furtos. Casos relatados por moradores do Jardim Aracy e da Ponte Grande dão suporte aos pedidos específicos de policiamento ostensivo ao governo do Estado e atenção da Guarda Municipal a essas e demais regiões do município.

Edson Santos reforça que, na Ponte Grande, famílias passaram a viver assustadas com as notícias sobre invasões a casa, veículos roubados e a invasão na creche Monteiro Lobato, onde a comunidade estudantil ficou sem os botijões de gás para o preparo da merenda.

Já no Jardim Aracy, um bairro antes considerado tranquilo, passou a registrar tentativas de furtos e roubos a residências.

Em pedido entregue ao deputado estadual Marcos Damásio, do PL, o parlamentar anexou os dados da SSP até agosto, quando a alta dos registros oficiais revelava a alta da violência urbana mês a mês.

Nesta semana, com a divulgação dos BOs registrados até setembro, os furtos na cidade chegaram a 3,6 mil, o que dá uma média de 360 mogianos que foram vítima deste tipo de crime por mês.

Já o número de roubos (sem somar os roubos de carros) oscila um pouco mais entre os meses, porém, a média é alta: foram 842 de janeiro a setembro, ou cerca de 84 por mês. 

Foram registrados 198 casos de roubo de veículos neste mesmo período, sendo que o mês com mais casos foi agosto, com 32; já em setembro, houve um recuo, com 24 vítimas.

No pedido às autoridades, Santos realça que o aumento dos crimes exige uma resposta aos cidadãos que vivem mais inseguros e intranquilos com a violência praticada em todos os bairros da cidade.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2023É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por