Entrar
Perfil
POLÍCIA CIVIL

Submetralhadora é encontrada em residência e mulher acaba presa

Também foram apreendidos coletes balísticos, máscaras balaclavas e pares de luvas; flagrante ocorreu em Carapicuíba durante investigações sobre roubos de carga

O Diário
17/11/2021 às 19:20.
Atualizado em 17/11/2021 às 19:31

Arma foi apreendida (Foto: divulgação / Polícia Civil)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
POLÍCIA CIVIL

Submetralhadora é encontrada em residência e mulher acaba presa

Também foram apreendidos coletes balísticos, máscaras balaclavas e pares de luvas; flagrante ocorreu em Carapicuíba durante investigações sobre roubos de carga

O Diário
17/11/2021 às 19:20.
Atualizado em 17/11/2021 às 19:31

Arma foi apreendida (Foto: divulgação / Polícia Civil)

A Polícia Civil prendeu uma mulher, de 35 anos, após encontrar uma submetralhadora, calibre 9 milímetros, em sua residência, em Carapicuíba, na região metropolitana de São Paulo. O flagrante ocorreu, no último dia 8, durante investigações sobre roubos de carga.

Os trabalhos policiais foram realizados por equipes do 1º Distrito Policial da cidade. Os agentes, durante apurações, descobriram que o imóvel da autora estava sendo usado por seu ex-companheiro para armazenar armas e instrumentos usados em crimes patrimoniais.

Carregando...

Diante da informação, os policiais civis foram até o local e foram recebidos pela mulher, que autorizou a entrada da equipe para buscas. Como resultado, a arma de fogo, três coletes balísticos, três máscaras balaclavas e três pares de luvas foram encontrados no porta-malas de um veículo que estava na garagem. Todo o material foi apreendido para perícia e o carro recolhido.

Questionada, a suspeita confessou que o automóvel pertencia ao seu ex-companheiro e que ele havia pedido para ela guardar o veículo porque iria praticar um roubo. Ainda segundo ela, parte do dinheiro conseguido pelo homem na atividade criminosa seria usado como pagamento pelo aluguel da garagem.
A mulher foi presa em flagrante e levada à delegacia, onde foi indiciada por posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. O ex-companheiro da autora foi identificado, indiciado e teve a prisão preventiva solicitada à Justiça.
 

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conoscoConteúdo de marcaConteúdo de marca
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por