Entrar
Perfil
INVESTIGAÇÃO

SHPP esclarece latrocínio em Biritiba Mirim; dois são presos

Em 2020, bandidos invadiram casa das vítimas e roubaram R$ 24 mil; Um homem autista foi morto com cerca de 10 facadas e um idoso ficou ferido; um dos indiciados pelo caso é procurado

Fábio Palodette
26/10/2021 às 15:37.
Atualizado em 26/10/2021 às 16:18

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
INVESTIGAÇÃO

SHPP esclarece latrocínio em Biritiba Mirim; dois são presos

Em 2020, bandidos invadiram casa das vítimas e roubaram R$ 24 mil; Um homem autista foi morto com cerca de 10 facadas e um idoso ficou ferido; um dos indiciados pelo caso é procurado

Fábio Palodette
26/10/2021 às 15:37.
Atualizado em 26/10/2021 às 16:18

O Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) de Mogi das Cruzes esclareceu os crimes de latrocínio consumado e latrocínio tentado praticados contra José Maria de Siqueira de Campos, autista, de 57 anos, morto cruelmente à facadas, e o agricultor e pai da vítima, Pedro de Campos, de 79 anos, que ficou ferido. Os crimes foram praticados em 2020, em Biritiba Birim. Na ocasião - assalto repleto de violência - invadiram a casa das vítimas e levaram cerca de R$ 24 mil após invadir a residência das vítimas. Três homens foram indiciados pelos crimes e dois foram presos nesta terça-feira (26) - um conseguiu fugir e é procurado pelas autoridades. 

Os responsáveis pelo crime foram identificados como Wlademir Paula Castilho, Kevin Willians Vieira da Silva e Matheus Henrique dos Santos Lino, conforme divulgado pelo SHPP. Todos foram indiciados e os dois primeiros presos nesta madrugada. Matheus conseguiu fugir  mas a polícia "segue em seu encalço", como destacado pela equipe. 

O SHPP informa que o indiciado Vlademir confessou a prática dos crimes, narrando com detalhes a ação delituosa, enquanto Kevin nega ter participado dos delitos.

O caso

O crime cruel, que chamou a atenção da cidade, ocorreu no início da noite do dia 27 de agosto 2020, na rua João Borges, no pouco movimentado bairro Jardim Real, em Biritiba Mirim. Três indivíduos armados de facas invadiram à humilde residência das vítimas José e Pedro e mediante grave ameaça anunciaram o assalto.

Os bandidos desferiram golpes de faca nas vítimas. Segundo o SHPP, foram cerca de 10 facadas no tórax, pescoço, costas, ombro e mãos de José Maria, que não resistiu aos ferimentos. Depois disso, os criminosos roubaram R$ 24 mil e fugiram do local.

Conforme noticiou O Diário na época, as duas vítimas chegaram a ser levados ao pronto-socorro da cidade, onde José Maria não resistiu. A Polícia Militar (PM) atendeu a ocorrência e o encontrou com ferimentos graves do lado de fora da casa, enquanto Pedro estava sentado em uma cadeira no interior do imóvel.

A SHPP destaca que o crime foi praticado com "requintes de crueldade, malvadez, demonstrando a frieza e desumanidade de seus algozes".

Logo teve início o trabalho de investigação policial. 

"Iniciados os trabalhos de polícia judiciária pelo SHPP, através de um intenso trabalho de investigação e de inteligência policial, inclusive com emprego de técnicas, recursos e métodos tecnológicos, descobrimos que os autores dos crimes são as pessoas de Vlademir Paula Castilho, Kevin Willians Vieira da Silva e Matheus Henrique dos Santos Lino", explica o delegado Rubens José Angelo. Os individuos já tinham passagens anteriores pela polícia, incluindo roubo de veículo. 

O delegado Rubens finaliza dizendo que todo o efetivo do SHPP trabalhou na investigação. 

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conoscoConteúdo de marcaConteúdo de marca
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por