A Polícia Civil informa que esclareceu um crime de latrocínio que matou uma idosa de 80 anos, no dia 31 de março deste ano, em sua residência, na Estrada Guento Kobayashi, em Mogi das Cruzes, na região metropolitana de São Paulo. Os dois autores foram detidos nesta segunda-feira (5). A vítima havia sido encontrada morta em seu próprio sítio, com vários ferimentos na cabeça e amarrada a um veículo que possuía uma mensagem no vidro (na poeira) que dizia: “crime, ta deveno pra nois (sic)”.

Na ocasião do delito, o caso foi registrado no 1º Distrito Policial da cidade como homicídio simples.

Depois da conclusão do boletim de ocorrência, o Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) da cidade foi cientificado e iniciou as apurações e atividades de inteligência, conseguindo identificar os dois autores – ambos adolescentes – e descobrir que o crime, na verdade, se tratava de um "latrocínio porque a carteira da vítima, contendo R$ 180, havia sido subtraída", informou o setor.

De posse das provas colhidas, a Polícia Civil solicitou à Justiça mandados de busca e apreensão contra os jovens e o pedido foi aceito. As ordens judiciais foram cumpridas ontem.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado, em depoimento, a dupla confessou o crime. "Ambos contaram que foram roubar a idosa e acabaram cometendo o assassinato", informa nota da pasta ao acrescentar que "de acordo com eles, o dinheiro subtraído da mulher foi usado para a compra de drogas e bebidas alcóolicas".