Entrar
Perfil
CONTRA O CRIME

Prefeitura e Clube de Campo devem fazer segurança compartilhada de rua

Objetivo da parceria que deverá ser firmada na próxima semana é inibir os constantes furtos de veículos na Galdino Alves, no Parque Monte Líbano

Carla Olivo
15/09/2022 às 17:09.
Atualizado em 16/09/2022 às 10:05

Furtos de veículos têm sido frequentes na rua Galdino Alves, no Parque Monte Líbano (Reprodução)

A segurança da rua Galdino Alves, no Parque Monte Líbano, deve passar a ser realizada, de forma compartilhada, entre a Prefeitura de Mogi das Cruzes e o Clube de Campo, que tem uma de suas portarias localizada na via. A informação é do presidente do espaço de lazer, João Bosco.

O objetivo é conter os constantes furtos de veículos registrados no local e relatado por moradores e comerciantes da via, além de sócios do clube. Um dos casos ocorreu nesta quinta-feira (15).

A medida deve ser anunciada oficiamente na próxima quarta-feira (21), quando a direção do Clube de Campo tem reunião marcada com o prefeito Caio Cunha (Podemos) para concluir as tratativas sobre o assunto. 

Bosco conta que acompanha o aumento de casos de furtos de veículos na via ainda antes de assumir o comando do Clube. "Sempre tive esta preocupação com aquela área e agora, como convivo com os associados quase que em tempo integral, temos discutido mais sobre este problema. O Clube procurou as autoridades competentes pedindo que sejam tomadas providências e haverá uma ação pioneira na cidade para conter estes frequentes furtos, devolvendo a segurança aos usuários da rua e aos nossos associados", adianta.

Um proprietário de estabelecimento comercial instalado na Galdino Alves, que pediu para não ser identificado por temer represálias, disse que seus clientes sempre comentam sobre a sensação de insegurança na via. "Quem para o carro nas vagas da rua não sabe se vai encontrá-lo na hora de ir embora. Os furtos são cada vez mais comuns. É complicado, porque isso acaba atrapalhando o movimento, já que as pessoas estão sempre preocupadas com esta situação", lamenta.

Procurada pela reportagem de O Diário nesta quinta-feira (15), a Prefeitura se posicionou sobre o assunto hoje (16), por meio de nota: "A Secretaria Municipal de Segurança informa que a Guarda Municipal de Mogi das Cruzes faz parte do sistema de segurança pública do município e mantém o patrulhamento em todas as regiões, em um trabalho conjunto com a Polícia Militar. O trabalho também compreende o monitoramento com câmeras da Ciemp, além de grupamentos específicos, como a Ronda Escolar, Patrulha Rural, Patrulha Maria da Penha, Patrulha Ambiental, Rondas Ostensivas com Motos (ROMO) e Ronda Ostensiva Municipal (ROMU)".

Ainda segundo a administração municipal, o trabalho é desenvolvido em todas as regiões da cidade e a região do Parque Monte Líbano também conta com o atendimento, que é intensificado nos finais de semana, quando a região recebe maior fluxo de pessoas. "Além disso, a Prefeitura de Mogi das Cruzes também vem investindo em tecnologia em segurança pública. No início deste mês, foi entregue a Central de Monitoramento de Mobilidade e Segurança, com uma série de serviços ligados às duas áreas, inclusive conexão com o sistema Detecta. A população pode colaborar com o trabalho de segurança pública por meio de denúncias pelo telefone 190 (Polícia Militar) e 153 (Guarda Municipal)", finaliza a nota encaminhada esta manhã ao jornal.

  

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por