Entrar
Perfil
Vídeo

Poste cai, atinge moto e trabalhador morre na rodovia Mogi-Salesópolis

Acidente foi no horário da saída de trabalhadores de uma empresa e provocou congestionamento na rodovia

O Diário
28/08/2022 às 11:23.
Atualizado em 28/08/2022 às 15:45

Mais um grave acidente no quilômetro 57 da rodovia Mogi-Salesópolis (SP-88) foi registrado na noite do sábado (28), após as 22h30, horário de saída de trabalhadores da NGK do Brasil. Um trabalhador de 26 anos morreu no local após a motocicleta que dirigia ser atingida por um poste - a estrutura não resistiu ao impacto da batida de um outro veículo. O condutor do carro, de 22 anos, foi levado para o hospital, por trabalhadores do Samu de Mogi das Cruzes, que atenderam a ocorrência.

Segundo apurou O Diário, a vítima fatal estaria indo para casa, assim como dezenas de outros trabalhadores que acompanharam o momento do acidente e deixaram seus carros, em busca de informação sobre o que teria acontecido. Por conta do horário de saída dos trabalhadores da empresa, houve congestionamento no local.

Até a chegada de policiais e a retirada dos veículos, o tráfego de veículos no sentido Mogi Cruzes foi interrompido.

Perigosa

As ocorrências com vítimas graves ou fatais na rodovia Professor Alfredo Rolim de Moura mereceram cobranças feitas por vereadores de Mogi da Cruzes, após a suspensão da fiscalização eletrônica, quando alguns motoristas passaram a abusar da velocidade.

Com a pista duplicada em partes do acesso, a estrada é muito usada por trabalhadores, moradores e pessoas a caminho das rodovias Mogi-Bertioga e Salesópolis-Pitas.

Em resposta a questionamento de O Diário sobre a previsão de retorno dos radares, por meio da Assessoria de Imprensa, o DER disse que trabalha para concluir a licitação, e acrescentou que equipamentos portáveis são usados pela Polícia Rodoviária para fiscalizar o acesso. O órgão acrescentou, ainda, a importância de os usuários trafegarem nesta e em outras estradas dentro dos limites de velocidade permitidos.

A gravidade dos acidentes na Mogi-Salesópolis tem chamado a atenção desde a suspensão do funcionamento dos radares eletrônicos na via que interliga as cidades de Biritiba Mirim, Salesópolis e Mogi das Cruzes. Essa estrada e outras da região de Mogi das Cruzes estão sem a fiscalização eletrônica, repetidas vezes prometida pelo Departamento de Estrada de Rodagem.

Acidentes registrados na Mogi-Salesópolis e DER afirma que fiscaliza: só não divulga data para volta dos radares e nem números oficiais dos registros (Arquivo)

Desde janeiro de 2021, moradores da região rural de bairros como o Cocuera têm registrado a alta de colisões - foi a partir daquele mês que os radares foram regitrados na Mogi-Salesópolis, e também na Estrada das Varinhas e Mogi-Bertioga (leia mais).

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por