Entrar
Perfil
MORTES

Polícia encontra no ABC corpo de homem investigado por morte de empresária em Mogi

Ex-companheiro da vítima era suspeito de ter matado empresária; Polícia acredita em suicídio

O Diário
22/01/2022 às 14:08.
Atualizado em 22/01/2022 às 14:46

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
MORTES

Polícia encontra no ABC corpo de homem investigado por morte de empresária em Mogi

Ex-companheiro da vítima era suspeito de ter matado empresária; Polícia acredita em suicídio

O Diário
22/01/2022 às 14:08.
Atualizado em 22/01/2022 às 14:46

Um ex-companheiro que era investigado pela morte da empresária Ana Carolina Sieiro Rodrigues, de 41 anos - que foi encontrada sem vida nesta semana em seu apartamento, na Vila Oliveira -, foi localizado morto, com um tiro na cabeça, em um motel de São Caetano do Sul. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP) ele era o principal suspeito pela morte da ex e estava com prisão temporária decretada pela Justiça.

É especulado que ele não teria aceitado o fim do relacionamento e cometeu o crime, tirando a própria vida dias depois. 
O corpo dele foi localizado em ação do Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), que solicitou exames de necropsia do corpo do suspeito.

O caso

O corpo de Ana Carolina foi encontrado por uma equipe do Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), , no interior de um apartamento, localizado na Vila Oliveira, onde ela residida, em Mogi das Cruzes. Ela passou a ser procurada pela Polícia após o seu pai, que mora em Santos, ter informado sobre seu desaparecimento, na última segunda-feira. O pai alegou que ela "não havia mais entrado em contato e que não parecia ser ela quem respondia às suas mensagens". 

Segundo informações divulgadas a O Diário pela  Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP), após diligências, os agentes compareceram ao imóvel da mulher e a encontraram já sem vida". Foram solicitadas perícias e exames necroscópio para se avaliar a possibilidade de um homicídio, que já é a hipótese mais admitida pelos envolvidos nas investigações. 

O caso foi registrado como homicídio pelo 1º DP de Mogi das Cruzes e encaminhado ao SHPP para ser investigado, diz a nota da Secretaria .

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conoscoConteúdo de marcaConteúdo de marca
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por