MENU
BUSCAR
POLÍCIA

Homicídios prende suspeito de ter emboscado e carbonizado um homem em Mogi

Crime foi cometido em setembro de 2019, quando corpo foi encontrado queimado no bairro Pindorama, na zona rural de Mogi.

O DiárioPublicado em 07/06/2021 às 16:42Atualizado há 8 dias
Divulgação
Divulgação

O Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) prendeu, nesta segunda-feira (7), na Vila Ipelândia, em Suzano, um suspeito de envolvimento na morte de Everaldo Danilo da Cruz, que foi encontrado em Mogi, com corpo parcialmente carbonizado.

A polícia explica que o crime foi cometido em setembro de 2019, quando corpo de Everaldo foi encontrado queimado em uma área de mata na estrada Margarida Watanabe, no bairro Pindorama, zona rural de Mogi.  

O delegado Rubens José Angelo - titular do Setor de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) de Mogi - informa que a Justiça já decretou a prisão temporária por 30 dias do homem suspeito de ter preparado a emboscada. No BO, ele é identificado como Diego da Silva Leite, que tem o apelido de "Dentadura".

Tudo indica que a vítima tenha sido queimada viva. Na época foram necessários exames de DNA para que a identificação fosse possível. Dois dias após o corpo de Everaldo ter sido encontrado carbonizado em Pindorama, a polícia localizou o carro da vítima, também queimado.

O DHPP identificou que o homem encontrado morto era de Sapopemba, São Paulo, e já tinha passagens pela polícia. Há suspeita de envolvimento dele com o tráfico. O delegado conta que a polícia teve acessos que mostram um carro que parece ser dos autores na frente e o carro da vítima atrás

A polícia trabalha também com suspeitas de que um segundo participante no crime.

ÚLTIMAS DE Polícia