Um homem de 59 anos foi preso em flagrante por violência doméstica na noite de ontem, em Mogi das Cruzes. A vítima, uma mulher de 49 anos, acionou a polícia após ser agredida verbalmente e receber socos no rosto e na cabeça. Uma viatura foi até na casa do suspeito, aonde estava o casal, e o encaminhou para o 1º DP da cidade. Após prestar depoimento, ele foi recolhido para a cadeia pública do município.

A vítima relatou na delagacia que os dois passaram a tarde bebendo em um bar. Quando voltaram para a casa do acusado, ele passou a ofender a mulher e foi para cima dela. Como defesa, ela chegou a empurrar o então namorado, mas não conseguiu afastá-lo. Ele bateu mais de dez vezes no rosto e na cabeça da mulher.

Ela estava deitada na cama e percebeu que estava sangrando muito. Foi quando resolveu acionar a polícia. Ao chegar ao local, a equipe a encontrou ainda na cama e sem forças para levantar. A mulher relatou que esta não foi a primeira vez que sofreu agressões por parte do companheiro e disse que não tem a intenção de dar continuidade ao relacionamento.

Como os dois tinham um relacionamento amoroso, o caso se enquadra na Lei Maria da Penha. Desta forma, já foi aplicada a medida protetiva de urgência.