Um médico de 48 anos, morador de Osasco, procurou a delegacia em Mogi das Cruzes para denunciar a agressão que sofreu da sua noiva, de 32 anos, enquanto estavam em um resort de luxo na cidade. 

Segundo o boletim de ocorrência, o homem relatou que havia discutido com a mulher e tentava a reconciliação, mas ela não o respondia. 

Ele então deu um tapa no cigarro que ela estava fumando. A ação dele deixou a mulher brava e ela reagiu dando cinco socos no rosto dele. 

O homem alegou ainda que a agressão resultou em hematomas no olho e boca, além de um corte no dedo, provado por uma mordida que a mulher deu. 

Ao final da briga, segundo o relato do homem, a mulher disse: "eu vou contar para o meu irmão e ele vai te matar". 

O caso foi registrado como lesão corporal e ameaça.