A Guarda Municipal de Mogi das Cruzes informa que deteve nesta quinta-feira (18) dois homens suspeitos de homicídio. O caso aconteceu na rua Prefeito Sebastião Cascardo, no Jardim Universo. Em outra ocorrência, a corporação prendeu um homem por tentativa de roubo a um estabelecimento na região do Jardim Aracy, em que também houve a tentativa de homicídio de uma funcionária.

Os dois casos foram registrados na Central de Flagrantes da Polícia Civil.

Por volta da 1h, uma equipe da Guarda Municipal abordou dois homens em atitude suspeita na rua Prefeito Sebastião Cascardo, em frente a escola estadual Professora Laurinda Cardoso Mello Freire, no Jardim Universo. No local, havia um outro homem caído no chão.

De acordo com o relato dos guardas municipais, os dois suspeitos aparentavam estar sob efeito de entorpecentes e um deles admitiu ter brigado com a vítima. Também foi verificado sangue nos homens e em um trecho da rua, além de hematomas nos suspeitos.

O Samu foi acionado e, ao chegar no local, a equipe de socorro constatou a morte do homem que estava no chão e, com isso, os suspeitos foram encaminhados para a Central de Flagrantes para o registro da ocorrência, ficando à disposição da Justiça. Outra equipe da Guarda Municipal permaneceu no local para preservar a cena do crime para o trabalho da perícia.

 

Tentativa de latrocínio

Já no período da manhã de hoje (18), uma equipe da Guarda Municipal transitava pela região do início da rodovia Mogi-Dutra quando foi acionada por pessoas que informaram sobre uma tentativa de roubo em um estabelecimento existente no local, que estaria em andamento. Chegando no local, os agentes encontraram o acusado com um objeto perfurante.

De acordo com as informações, ele havia arrombado a entrada do estabelecimento e reconheceu a funcionária do local. Assim, o acusado passou a agredi-la com o objeto, socos e chutes. A mulher, que está grávida, conseguiu pedir ajuda a um colega de trabalho que, com a ajuda dos guardas municipais, conseguiu render o agressor, impedindo o roubo e salvando a vida da funcionária, que foi socorrida logo na sequência.

Após também ser examinado, o acusado foi encaminhado à Central de Flagrantes, onde o delegado ratificou a voz de prisão, encaminhando-o para a cadeia