A Guarda Municipal de Mogi das Cruzes realizou ações ostensivas e preventivas durante os dias de Carnaval para evitar aglomerações, combater o desrespeito a normas de segurança sanitária e inibir ações criminosas. Na madrugada desta quarta-feira (17/02), um homem e um menor de 12 anos foram encaminhados à Central de Flagrantes da Polícia Civil, acusados de tráfico de drogas.

O flagrante foi registrado na avenida Inglaterra, no distrito de Jundiapeba. Uma equipe da Ronda Ostensiva Municipal (Romu) flagrou os dois acusados mexendo em uma sacola. Nela, foram encontradas 19 porções de maconha, 29 saquinhos de  cocaína e 67 pedras de crack. Com o menor também foram encontrados papéis com anotações de tipos e quantidades de drogas, além de R$ 71,00. Já com o maior, estavam duas pedras de crack.

O garoto assumiu que estava praticando tráfico de drogas e indicou que o homem estava na função de “olheiro”. Na Central de Flagrantes, foram registrados  boletim de ocorrência sobre tráfico de entorpecentes e ato infracional.

Mesmo com o cancelamento do feriado de Carnaval, a Guarda Municipal manteve o patrulhamento preventivo em locais  com possibilidade da ocorrência de aglomerações, principalmente de jovens. Entre as regiões atendidas estão o Parque Olímpico e o Parque Monte Líbano.

O Departamento de Fiscalização de Posturas também atuou para evitar desrespeito a normas de segurança sanitária para combate à pandemia de Covid-19 e a pertubação do sossego. Foram registradas 13 autuações por desrespeito ao decreto Covid-19. Todos os estabelecimentos comerciais autuados foram esvaziados. Os flagrantes ocorreram em Jundiapeba, Botujuru, Centro, Parque Monte Líbano, Vila Partênio, Braz Cubas, Cezar de Souza e Vila Moraes. 

Além disso, também foram emitidas três autuações por desrespeito à Lei do Silêncio e uma autuação por flagrante de pancadão. 

A população também pode colaborar com este trabalho por meio de denúncias, que podem ser feitas pelo telefone 153, da Ciemp. 

Voltar