Entrar
Perfil
FLAGRANTE

Dois homens são presos por maus-tratos a animais no Jd. Universo, em Mogi

Guarda Municipal recebeu denúncia sobre as condições inadequadas em casa que tinha 4 cachorros; um suspeito detido era procurado pela Justiça

O Diário
05/10/2022 às 14:15.
Atualizado em 05/10/2022 às 14:17

Denúncia anônima apurada pela Guarda Municipal encontrou animais abaixo de peso e sem água no Jardim Universo (Divulgação/PMMC)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
FLAGRANTE

Dois homens são presos por maus-tratos a animais no Jd. Universo, em Mogi

Guarda Municipal recebeu denúncia sobre as condições inadequadas em casa que tinha 4 cachorros; um suspeito detido era procurado pela Justiça

O Diário
05/10/2022 às 14:15.
Atualizado em 05/10/2022 às 14:17

Denúncia anônima apurada pela Guarda Municipal encontrou animais abaixo de peso e sem água no Jardim Universo (Divulgação/PMMC)

A Prefeitura de Mogi das Cruzes informa que a Guarda Municipal, com apoio da Secretaria Municipal de Saúde, prendeu dois homens em flagrante nesta terça-feira (4) por suspeita de maus-tratos a animais. A ocorrência foi no Jardim Universo e um dos suspeitos também é procurado pela Justiça.

A ocorrência aconteceu justamente na data em que era comemorado o Dia do Animal e de São Francisco de Assis, protetor dos animais.

Segundo a gestão municipal, denúncia anônima foi recebida pela Central Integrada de Emergências Públicas, informando que quatro animais sofriam maus-tratos em uma residência. A guarnição acionou um médico veterinário do Núcleo de Bem Estar Animal (Nubea) e seguiu até o local indicado.

Os guardas foram recebidos por um morador, um homem de 31 anos, e constataram a existência de quatro cães abrigados com possíveis sinais de maus-tratos. Além de não terem alimento à disposição, apenas três deles estavam com água, presos por correntes de menos de um metro e num ambiente insalubre. O quarto animal, da raça pitbull, estava em um corredor, sem abrigo. Todos apresentavam estar abaixo do peso.

A situação precária foi constatada pelo médico veterinário do Nubea, que elaborou um relatório técnico atestando as condições dos cães e do ambiente.

Durante a fiscalização, o morador alegou que apenas um dos animais era seu e que os outros três pertenciam a seu irmão, de 27 anos. Este outro morador chegou ao local pouco depois e admitiu ser proprietário dos três cães.

A Guarda Municipal deu voz de prisão aos dois suspeitos, que foram conduzidos à Delegacia do Meio Ambiente, a DICMA de Mogi das Cruzes. A autoridade policial elaborou o boletim de ocorrência e constatou que o irmão mais novo era procurado pela Justiça.

Ambos foram indiciados pelo crime ambiental de maus tratos a animais (art. 32). Os dois suspeitos foram recolhidos à cadeia pública de Mogi das Cruzes e estão à disposição da Justiça.

Os quatro animais que estavam na residência foram recolhidos pela equipe do Núcleo de Bem Estar Animal da Prefeitura de Mogi das Cruzes.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por