*Esta reportagem está em atualização

O corpo de Neire Araujo Dutra, de 43 anos, foi encontrado na Serra do Mar pelo Corpo de Bombeiros de Bertioga, no início da tarde desta quarta-feira (24), após ter desaparecido no último domingo (21). Luiz Uílon de Freitas Morgado, de 24 anos, que tentou salvá-la após ela ter ficado assustada com o volume de água, ainda não foi encontrado. A reportagem de O Diário aguarda novas informações oficiais. 

A tragédia aconteceu depois que um grupo de mais de 30 pessoas foi praticar rapel na cachoeira do Elefante. Eles se perderam e foram resgatados pelos Bombeiros. Quem comanda a operação de busca é o capitão Thiago Duarte, do 16 GB de Bertioga.

Como O Diário mostrou nesta manhã, após as buscas de segunda e terça-feira (22 e 23), os agentes entraram nesta quarta (24) entram em botes no rio Itapanhaú para fim verificar se algum objeto ou corpo ficou preso nas fendas do rio.

Antes de encontrar o corpo de Neire, os bombeiros, com o apoio do Helicóptero Águia da PM, encontraram apenas um tecido preto, provavelmente da camiseta que ela usava no momento em que desapareceu.O corpo de Neire Araujo Dutra, de 43 anos, foi encontrado na Serra do Mar pelo Corpo de Bombeiros de Bertioga na Serra do Mar, no início da tarde desta quarta-feira (24), após ter desaparecido no último domingo (21). Luiz Uílon de Freitas Morgado, de 24 anos, que tentou salvá-la após ela ter ficado assustada com o volume de água, ainda não foi encontrado.

A tragédia aconteceu depois que um grupo de mais de 30 pessoas foi praticar rapel na cachoeira do Elefante. Eles se perderam e foram resgatados pelos Bombeiros. Quem comanda a operação de busca é o capitão Thiago Duarte, do 16 GB de Bertioga.