Entrar
Perfil
MORTE

Corpo de homem é encontrado na praça Sacadura Cabral, em Mogi

Segundo relatos, ele teria passado mal e solicitado atendimento do Samu, que chegou ao local mas o encontrou já sem vida

O Diário
16/05/2022 às 15:48.
Atualizado em 17/05/2022 às 15:00

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
MORTE

Corpo de homem é encontrado na praça Sacadura Cabral, em Mogi

Segundo relatos, ele teria passado mal e solicitado atendimento do Samu, que chegou ao local mas o encontrou já sem vida

O Diário
16/05/2022 às 15:48.
Atualizado em 17/05/2022 às 15:00

Na manhã desta segunda-feira (16), o corpo de um homem de 38 anos foi encontrado na praça Sacadura Cabral, próximo à estação de trem de Mogi das Cruzes. Relatos nas redes sociais alegam que ele teria passado mal e chamado pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), mas que não teria recebido atendimento. Segundo a Prefeitura, o Samu esteve no local e "constatou o óbito".

Nas primeiras horas, à luz do dia de hoje (16), a Polícia foi acionada e esteve com a perícia na área para apurar a ocorrência. Antes disso, diz a  Secretaria Municipal de Saúde, o "Samu atendeu esse chamado e constatou óbito do homem de 38 anos, que estava sem identificação naquele momento". Agentes sociais também foram à praça e o identificaram, mas já sem vida. 

Devido ao tempo frio que chegou à região, especula-se, na internet, se tratar de uma pessoa em situação de rua, que teria morrido em razão da baixa temperatura.

Procurada por O Diário para esclarecer o caso, a Secretaria Municipal de Assistência Social informa "que o homem de 38 anos encontrado em óbito na manhã desta segunda-feira recebia acompanhamento pelos serviços de atenção a pessoas em situação de rua desde o dia 1º de julho de 2014". 

O texto enviado à reportagem detalha o atendimento prestado à vítima: "Desde seu primeiro atendimento, ele foi encaminhado ao serviço de saúde mental, porém sempre apresentou baixa adesão às ofertas de tratamento. Também foi encaminhado ao CAPS-AD e unidades de acolhimento institucional e, em ambos, também teve baixa permanência".

Ainda de acordo com a prefeitura, "ele acessava regularmente o Centro POP, onde passava por atendimento técnico, tomava banho e recebia novo encaminhamento para acolhimento, porém na sequência abandonava a unidade".

A última passagem dele pelo Centro POP foi no dia 12 deste mês. A causa da morte não foi divulgada, mas https://odiariodemogi.net.br/cidades/o-desafio-de-madrugar-com-baixa-temperatura-o-frio-e-dificil-mas-a-gente-precisa-trabalhar-1.19545

Outro atendimento

Além de esclarecer o caso desta segunda-feira (16), a administração municipal disse que, no domingo (15), "houve um outro chamado também na Praça Sacadura Cabral".

Na ocasião, "a vítima (outro homem, de 42 anos, estava em crise convulsiva) foi atendido e encaminhado à Santa Casa de Misericórdia de Mogi das Cruzes".

Ao todo, finaliza a Secretaria Municipal de Saúde, "o Samu em Mogi das Cruzes é composto por cinco ambulâncias de suporte básico e duas de suporte avançado que, juntas, atendem uma média de 180 chamados por dia".

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por