MENU
BUSCAR
TRAGÉDIA

Bombeiros procuram por João Victor, morador de Mogi que desapareceu no mar de Bertioga

Rapaz de 20 anos, residente em César de Souza, foi levado por onda; ele estava ao lado de adolescente que foi socorrida com vida

Eliane JoséPublicado em 16/11/2021 às 14:31Atualizado há 13 dias
Arquivo Pessoal/Roseli Marques Santos
Arquivo Pessoal/Roseli Marques Santos

Os familiares de João Victor Felipe da Silva, de 20 anos, esperam as buscas e notícias sobre o rapaz que foi levado por uma forte onda, no início da tarde de ontem, na praia do centro de Bertioga. Ele foi vítima de afogamento ao lado da adolescente Bianca, de 14 anos. Após momentos de muito desespero, dois salva-vidas que estavam no local conseguiram resgatar a adolescente. O jovem segue desaparecido até esta terça-feira (16).

A sogra de João Victor, Roseli Marques Santos, conta que os familiares regressaram para Mogi das Cruzes por orientação da Polícia e dos bombeiros de Bertioga: "O mar vai trazê-lo de volta", comentou.

A família resolveu ir para Bertioga no feriado para passar o dia e voltar para César de Souza, onde residem os pais do jovem  e de Ingrid, mulher dele, que está grávida de cinco meses.

Segundo Roseli, mãe de Ingrid, o grupo chegou a Bertioga entre 11 e 11h30. "Eles estavam conversando, com a água pela cintura, por volta das 12 horas, quando a minha filha, Ingrid, não se sentiu bem porque está grávida e saiu da água para comprar uma pranchinha. Eles iriam brincar na beira do mar. Nós estávamos todos próximos, quando o meu filho, namorado da Bianca, saiu do mar, sem a sunga, desesperado, pedindo ajuda porque a onda tinha levado os dois, a namorada dele e o João Victor".

Dois salva-vidas que atuavam no local chamaram ajuda e um bote foi usado para resgatar Bianca. João Victor não foi mais visto. "Eles disseram que não havia mais o que fazer", lembra a sogra.

A garota havia bebido muita água, recebeu os primeiros-socorros e passa bem.

João Victor era funcionário de uma das unidades da rede de lanchonetes McDonald's, de César, e estava de folga.

"Fomos apenas para aproveitar o dia", lamentou Roseli, comentando que o rapaz era trabalhador e não estava nadando no momento do incidente. "Eles estavam parados, apenas com a água pela cintura".

Questionada se havia algum alerta sobre as condições do mar, na praia, Roseli afirma não ter viso nenhuma recomendação.

Os familiares aguardam a continuidade de buscas em Mogi das Cruzes.

Nas redes sociais, conhecidos lamentam a morte de João Victor, destacando a juventude e a tragédia. 

A professora Tamires Godoy Bazarin comentou: "Não acredito. Meu ex-aluno, tão jovem... Deus conforte a família". Muitas pessoas lamentaram a morte do rapaz que era filho do casal João Herculano e Junia Dorcas, família conhecida na região onde reside no distrito de César de Souza.

ÚLTIMAS DE Polícia