REGIÃO

Polícia investiga espancamento de bebê em Itaquaquecetuba

DIÁRIO

A Polícia Civil de Itaquaquecetuba abriu inquérito nesta terça-feira e está investigando a circunstância em que o bebê Marcos Miguel Galdino Medeiros, de 2 meses, filho de Luana Galdino, 15, e Marcos Antônio de Medeiros Júnior, 22, foi espancado na noite do último dia 13. Após medicado em um posto de saúde, ele acabou internado com múltiplas fraturas no Hospital Santa Marcelina, onde na tarde de ontem continuava sob cuidados. De acordo com os médicos, o bebê apresenta sinais de violência anteriores.

A Polícia Militar foi chamada pelo Conselho Tutelar daquela cidade. A suspeita da violência empregada contra a vítima inicialmente recaiu sobre o pai, Marcos, após denúncia da mulher dele.

Ele chegou a ser detido no final da tarde de segunda-feira e levado à delegacia, porém após negar a acusação, foi liberado. A avó do bebê, Roseli Galdino, de 46 anos, diz que não atacou o seu neto.

O delegado assistente Carlos Eduardo Chrispin, titular do Garra, registrou a lesão corporal de natureza gravíssima e abriu inquérito para apurar o crime.

Roubo

O motorista de aplicativo William de Almeida, de 47 anos, que reside em Itaquá, foi rendido por dois bandidos armados que o abandonaram na rodovia Ayrton Senna e fugiram com o seu Onix alugado e R$ 100,00. Ontem, a dupla seguia foragida.


Deixe seu comentário