CARTAS

Péssimo exemplo

Dirigentes do Flamengo, assim como Jair Bolsonaro, também não respeitam esta pandemia. Que, sem seguir os protocolos exigidos pela CBF, conforme manda a ciência, e seguido pelo mundo do futebol, essa irresponsabilidade custou a infecção pela Covid-19, de oito atletas, mais dirigentes e funcionários do clube. E se achando acima das leis, desrespeitado os clubes, a imprensa e os torcedores, seus dirigentes apelaram até para Justiça comum, para melar o Brasileirão, ao tentar adiar o jogo contra o Palmeiras. Mas, perderam o rebolado, quando perceberam que até uma penalização poderiam sofrer pela Fifa, como a suspensão do clube para a prática do futebol. E a partida, mesmo com atraso, foi realizada! Salvos que foram pela derrubada da liminar pelo TST. Desmoralizados e retrógrados, esses dirigentes do Flamengo dão a impressão que ainda vivem naquele Brasil do “você sabe com quem está falando?”

Paulo Panossian

paulopanossian@hotmail.com


Deixe seu comentário