MENU
BUSCAR
EDITORIAL

Pioneirismo de Guararema no transporte público

Em meio à pandemia, a tarifa zero, tratada por Guararema, refrigera o pesado noticiário regional e mostra que há novas ideias e horizontes em construção

O Diário Publicado em 12/01/2022 às 07:12Atualizado há 13 dias
Foto Joaquim Constantino - Gazeta de Guararema
Foto Joaquim Constantino - Gazeta de Guararema

Valerá ser acompanhado os resultados da implantação do programa Transporte Coletivo Gratuito - Guararema sem Pagar, que começa a ser detalhado à população da cidade e dá um passo pioneiro.

Nos próximos dias, os moradores vão conhecer a “Carta de Serviço ao Usuário”, o que ocorrerá no prazo de 90 dias, com esclarecimentos sobre a novidade, ainda sem prazo para ser operacionalizada

Além de baratear e estimular o uso do transporte coletivo, a cidade prevê atacar um drama urbano - o aumento da circulação de veículos na estreita região central, que oferece poucas alternativas para o surgimento de novas rotas que garantam a fluidez dos carros.

O projeto de lei foi aprovado pela Câmara Municipal em novembro passado.

A tarifa zero será paga por receitas provenientes de dotação orçamentária municipal, pelo Fundo Municipal do Transporte Público Coletivo (FMTPC) e pela Taxa de Transporte Público Coletivo (TTPC).

Vai dar certo? Só o tempo responderá, mas ao desbravar novo caminho para atrair os moradores para o transporte público municipal e melhorar a qualidade de vida no espaço urbano, o poder público cumpre uma de suas obrigações máximas: encontrar saídas para o que não vai bem na relação entre o indivíduo e a coletividade,  e ainda defender os interesses dos moradores.

A troca do carro pelo transporte público confronta as cidades de todos os portes. Reduzir a emissão de poluentes e dos custos pessoais do cidão, e ainda favorecer uma mobilidade urbana que respeite a pessoa estão na cartilha de gestores afinados com a necessidade de se diminuir a dispersão dos gases responsáveis pelo efeito estufa e fazem mal ao homem, ao meio ambiente, à terra.

Guararema tem peculiares características. E tem conseguido, ao longo dos tempos, experimentar projetos inovadores. Foi na cidade banhada pelo Paraíba do Sul que um programa de alimentação focado na saúde da criança serviu de base, no passado, para outros municípios do Estado.

A cidade, ao contrário de outras, tem conseguido blindar, de alguma forma, a ocupação desordenada - o que afeta a qualidade dos serviços públicos e as contas públicas. 

A gratuidade no transporte e a retirada de parte dos carros das ruas podem ser mais uma marca interessante para a cidade em destaque em pesquisas socioeconômicas nacionais. Por exemplo, a cidade ocupa a 154ª colocação no ranking do IBGE quando se avalia a média salarial dos trabalhadores, que é de trêsmínimos. Mogi está na 382ª linha, com média de 2,6 salários mínimos por mês, em pesquisa de 2019.

Em meio a esse tormento pandêmico, a tarifa zero nos ônibus, tratada por Guararema refrigera o noticiário regional e mostra que há novas ideias e horizontes em construção. Isso é fundamental para o mundo seguir em frente.

ÚLTIMAS DE Editorial