Entrar
Perfil
EDITORIAL

Editorial: De volta para o futuro

Condições do clima e a dificuldade de se garantir a plena estabilidade das encostas da Mogi-Bertioga continuarão no diário de bordo da rodovia quarentona

O Diário
04/11/2022 às 18:18.
Atualizado em 04/11/2022 às 18:59

(Divulgação)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
EDITORIAL

Editorial: De volta para o futuro

Condições do clima e a dificuldade de se garantir a plena estabilidade das encostas da Mogi-Bertioga continuarão no diário de bordo da rodovia quarentona

O Diário
04/11/2022 às 18:18.
Atualizado em 04/11/2022 às 18:59

(Divulgação)

O deslizamento de terra e árvores no quilômetro 82 da rodovia Mogi-Bertioga e o fechamento ao trânsito incomodam muito os usuários que trabalham e vivem em Mogi das Cruzes ou no litoral.

A interdição durante mais do que algumas horas rompe a rotina de milhares de pessoas num efeito dominó - aliás, exatamente como se vê agora, com os bloqueios das estradas brasileiras feitos por bolsonaristas em atos golpistas porque uma estrada fechada gera perdas sociais e econômicas.

A viagem para o litoral demora muito mais ou é suspensa. Isso complica a vida de trabalhadores, servidores e serviços municipais, estudantes e moradores, além de afastar da rodovia milhares de pessoas da região Leste de São Paulo que optam por esse acesso mais rápido e econômico. E, isso, justo agora, quando a pandemia aliviou um pouco.

Nesta semana, ao jornalista Darwin Valente, de O Diário, o secretário estadual de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto, trouxe notícias preocupantes. Além do fato em si: é emblemático o escorregamento de terra ainda em outubro, semanas antes do período anteriormente cravado como o mais certo para as fortes chuvas.
Caso as chuvas persistam, agora, são três pontos mais vulneráveis no quilômetros, 74, 82 e 89, com um grau de gravidade entre 7 e 9 numa escala de 0 a 10, segundo o gestor. 

Em fotografia obtida por este jornal impressiona ver a fenda aberta com fissuras numa grande pedra desnuda após a queda do que a escondia.
 Choveu demais na Serra do Mar. As condições climáticas aliadas às dificuldades de se garantir a plena estabilidade de todo o encadeamento de encostas da Mogi-Bertioga continuarão no diário de bordo da rodovia quarentona. Em 13 de maio, ela completou 40 anos. O diferencial virá da prevenção e mitigação de danos.

A quantidade de terra, galhos e pedras esparramados na pista nos leva ao cenário do clássico da ficção científica “De volta para o futuro”, de Robert Zemeckis.

Graves episódios aconteceram em dezembro de 2009 e em maio de 2018, quando o caminho ficou fechado durante dias para a limpeza de pista e detonação de pedras prestes a cair ou já caídas. 

O governo do Estado tem afirmado que faz a lição de casa, com estudos geológicos regulares. Que isso se mantenha entre agora e o início do governo de Tarcísio Gomes de Freitas (Republicanos).

O drama da rodovia, em meio ao Parque Estadual da Serra do Mar, é a imprevisibilidade sobre quando um acidente de porte se dará, colocando em risco a vida das pessoas.

Esse deslizamento confirma a responsabilidade do poder público na execução de um plano de fiscalização e controle baseado na precisão, constância, tecnicidade e atualização dos dados geológicos e climáticos. Isso é responsabilidade do DER, do Estado e das prefeituras, que têm o dever de zelar pelo morador que usa o trajeto. 

Ali, a segurança do usuário nunca foi tão urgente. O mundo vive condições atípicas. Não é preciso viajar no tempo para sentir na pele como o aquecimento da terra, como defende parte da ciência, enlouqueceu o relógio do clima e penaliza os recursos  naturais e o modo de viver da humanidade. 

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por