Entrar
Perfil
SAÚDE INFANTIL

A xepa da vacina

Acerta Suzano e podem acertar outras cidades que seguirem o exemplo para antecipar a vacina aos bebês

O Diário
24/11/2022 às 11:56.
Atualizado em 24/11/2022 às 18:38

Suzano abriu um cadastro para os pais interessados de imunizar os filhos na "xepa" da vacina (Divulgação/Secop/Glaucia Paulino)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
SAÚDE INFANTIL

A xepa da vacina

Acerta Suzano e podem acertar outras cidades que seguirem o exemplo para antecipar a vacina aos bebês

O Diário
24/11/2022 às 11:56.
Atualizado em 24/11/2022 às 18:38

Suzano abriu um cadastro para os pais interessados de imunizar os filhos na "xepa" da vacina (Divulgação/Secop/Glaucia Paulino)

A pouca procura pela vacina destinada a bebês de seis meses a dois anos com comorbidade, nesse primeiro momento, fez crescer a preocupação  e a espera de pais, sobretudo os que defendem a importância da imunização para prevenir a Covid-19 no público infantil. 

Por motivos que precisam ser melhor monitorados e explicados, postos de saúde e prefeituras verificam uma baixa adesão de pais nesta etapa da vacina à população infantil mais nova.

O problema é que sem o público alvo (imunossuprimidos ou com outras patoligas) para receber a vacina, o risco de se desperdiçar as doses é altíssimo porque atualmente apenas as crianças com comorbidades estão sendo assistidas.

Os pais que gostariam de ver a fila andar mais depressa para proteger os filhos saudáveis, mas também vulneráveis às variantes do vírus coronavírus, sabem que terão de esperar mais tempo para o acesso ao imunizante. Infelizmente, mesmo para outras faixas etárias em busca do reforço, não existe vacina para todos.

Na capital paulista, essa baixa procura fez nascer movimentos que miram acelerar o andamento do atendimento nos postos de saúde. Voluntariamente, por meio de redes sociais, mães estão à procura de outras mães que tenham filho em condições de receber a vacina e residem na mesma região, porém,  por algum motivo não estão fazendo isso. É a sociedade cumprindo um papel que deveria ser do governo para atenuar mais essa espera.

Nesta semana, a Prefeitura de Suzano foi uma das primeiras, entre as cidades do Alto Tietê, a criar o cadastro para a xepa da vacina - um sistema que permite, ainda que a conta-gotas, acelerar o atendimento aos interessados em antecipar a imunização aos filhos menores.

A "xepa" permite ainda o controle da vacinação porque evita que unidades da vacina abertas, mas sem a utilização de todas as doses, possam atender quem está preocupado com a demora do atendimento a todos os bebês - com ou sem comorbidades.

Suzano dá exemplo positivo ao, mesmo entre tantos outros desafios, como aumentar a cobertura da população que ainda não terminou o reforço da imunização, desenvolver uma estratégia para melhor utilizar as doses já liberadas pelo governo do Estado e, inclusive, combater o desperdício.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por