MENU
BUSCAR
ARTIGO

Votar em...

Laerte Silva Publicado em 19/11/2021 às 14:49Atualizado há 10 dias

A campanha para presidente da República, embora não oficialmente, começou aos trancos e barrancos pelos pré-candidatos. Ciro Gomes (PDT) suspendeu sua candidatura por ocasião da votação da Proposta de Emenda Constitucional - PEC dos precatórios, porque filiados de seu partido resolveram ajudar a aprovar na Câmara dos Deputados essa pretensão, uma tentativa para arrumar dinheiro para o governo de Jair Bolsonaro ano que vem. Também por conta de prévias partidárias, como a do PSDB do governador João Doria, o qual não conta com simpatia nas cidades da região do Alto Tietê pelo pretendido pedágio na Rodovia Mogi-Dutra. Pela filiação ao partido Podemos do ex-Juiz e ex-Ministro Sergio Moro, que político sempre foi, só não era de partido, além da sempre inclusão no rol de possíveis candidatos do apresentador José Luiz Datena, sem contar com o ex-presidente Lula que já se encontra em campanha, porém, dizendo que só se apresentará no início do ano que vem.  

Entrou neste balaio a possível filiação do presidente Bolsonaro ao PL de Valdemar Costa Neto, que teve anúncio de noivado mas acabou sendo adiado por conta de detalhes das forças políticas envolvendo alguns estados da federação. 

É saudável o debate e a apresentação daqueles que pretendem governar, propicia uma leitura da figura de cada um na vida pública  e  que o passado seja vasculhado e lembrado, pelo que fez de bom e pelo que fez de mal. 

Bolsonaro tem seu histórico de gestor em andamento com suas ações políticas e discursos questionáveis sobre vários assuntos, principalmente a desastrosa ação de seu governo no combate inicial à pandemia de covid. A chamada “terceira via”, portanto, surge como o caminho considerado por boa parte dos eleitores como ideal para afastar do Planalto quem hoje é, e quem também já foi.  Votar em quem então? Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul ?  Moro da lava-jato ?  Rodrigo Pacheco presidente do Senado Federal ? Luiz Mandetta ex-Ministro da Saúde ? 

A crise econômica que se faz presente pode mudar bastante o cenário de 2022. Tem muita especulação, mas mantidos os aumentos de gás e energia elétrica, para ficar apenas nos produtos mais aparentes, o conjunto de candidatos balançará para conquistar o voto.  É cedo para tal decisão ?  Em termos, são tantas as urgências brasileiras que não é demais ir pensando em quem votar, afastando-se o blá-blá-blá de palanque. 

Aguardemos. 

Laerte Silva é advogado             

  

Laerte Silva - advogado   si re, nis soluptatia velitios et occus mincide lignamus excerum fuga. Itatem fugit, quametusti soluptae et, soluptas alit ute conserum dolorepelit everchiciam, sant molore nos aliqui officim autem faci rest quodign iendigni senestiae am dolupti delluptur res dusam, quae ate inctemporum

ÚLTIMAS DE Colunistas