Entrar
Perfil
POLÍTICA

Povo brasileiro

A cidadania e o patriotismo precisam ser implantados definitivamente nas escolas, inclusive nas universidades públicas e privadas.

Olavo Arruda Câmara
28/09/2022 às 14:57.
Atualizado em 28/09/2022 às 14:58

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
POLÍTICA

Povo brasileiro

A cidadania e o patriotismo precisam ser implantados definitivamente nas escolas, inclusive nas universidades públicas e privadas.

Olavo Arruda Câmara
28/09/2022 às 14:57.
Atualizado em 28/09/2022 às 14:58

Brasileiros mergulhem os seus pensamentos e reflitam sobre esta terra abençoada! O Brasil é invejável, mas o seu povo precisa progredir em todas as áreas, elevando o grau de consciência. Com um grau de compreensão e consciência elevada todos se tornarão honestos e quem já é  honesto, passe a ser mais honesto, integro e probo. Abrir a caixa preta como o atual governo está fazendo e eliminar a podridão que tomou conta desta nação, nos últimos anos. Esta Pátria tem tudo para se tornar um país de primeiro mundo, servir de exemplos aos outros povos e ajudar outros países, mas sem roubalheira como fizeram outros governos.

A cidadania e o patriotismo precisam ser implantados definitivamente nas escolas, inclusive nas universidades públicas e privadas. Com o povo amando o Brasil, a cidadania e o patriotismo acontecerão. As crianças e adolescentes precisam permanecer nas escolas por período integral, recebendo além das disciplinas normais, ensino técnico, artes, músicas e esportes. É impossível uma escola pública com dois mil alunos ter apena uma quadra de esporte, não ter piscina, nem instrumentos musicais. Caso as escolas tivessem pistas de atletismo o Brasil começaria a avançar nas olimpíadas.

Durante as férias a exemplo do que fazem vários países, os alunos devem participar de excursões para que conheçam o território, a fauna, a flora e as riquezas da nação onde vivem. Inúmeras reformas são necessárias, deste os códigos e demais leis, além de alterações das questões tributárias e construções de escolas de alto nível. Quanta violência nem nosso país, acidentes automobilísticos, assassinatos e ladrões de baixo nível e de colarinho branco.

Os presidiários precisam trabalhar em fazendas públicas, produziriam alimentos para se sustentarem, pagando as suas próprias despesas e ainda dariam lucros para o Estado. Ficar num presídio sem nada fazer não educa. Presidiários trabalhando em fazenda adquiririam uma profissão. Há um exemplo fantástico na cidade de Pirassununga. Lá há a Academia da Força Aérea e uma fazenda onde os militares trabalham e produzem queijo, iogurte, verduras, frutas e cuidam de gado, porcos, galinhas. Eles se sustentam com o seu trabalho e há venda de produtos ofertando lucros. Porque não tomar a mesma atitude com os milhares presos encarcerados no Brasil. Diga todos os dias "mais Brasil". Criar um novo país! 

Olavo Arruda Câmara é advogado, professor, mestre e doutor em Direito e Política

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por