Entrar
Perfil
ARTIGO

Não acreditem em milagres

A situação aqui é preocupante, mas os países desenvolvidos também estão com índices inflacionários elevados em patamares históricos: a Europa, no acumulado dos últimos 12 meses, tem uma inflação de 8%

Diego Capua
09/06/2022 às 10:50.
Atualizado em 09/06/2022 às 10:50

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
ARTIGO

Não acreditem em milagres

A situação aqui é preocupante, mas os países desenvolvidos também estão com índices inflacionários elevados em patamares históricos: a Europa, no acumulado dos últimos 12 meses, tem uma inflação de 8%

Diego Capua
09/06/2022 às 10:50.
Atualizado em 09/06/2022 às 10:50

Sim, em nosso país estamos acostumados com a existência de milagreiros, sendo certo que, em alguns, até podemos ter fé, posto que é ampla a divulgação de casos em que curas inexplicáveis ocorrem, seja qual for a denominação religiosa seguida pelo dito milagreiro. Por outro lado, também podemos ver que existem os falsos milagreiros, os quais, alegando terem condições de resolver todos os problemas, usam de uma boa lábia para tirar o dinheiro, a dignidade e até mesmo o equilíbrio psicológico do próximo.

Mas se no lado das crenças termos fé em alguns milagreiros não se mostra nada absurdo o mesmo não se aplica a política. Com a crise mundial, consequência do COVID e também da guerra na Ucrânia, estamos vivenciando um momento de alta da inflação, situação, que como dito, preocupa todo o mundo, visto que não é apenas um ou outro país que sofre com os seguidos aumentos.

Sim, a situação aqui é preocupante, mas os países desenvolvidos também estão com índices inflacionários elevados em patamares históricos: a Europa, no acumulado dos últimos 12 meses, tem uma inflação de 8%, conforme análise econômica publicada pelo Banco C6. Países mais pobres sofrem mais, pois, além da baixa condição de aplicar recursos para diminuir o impacto da alta dos preços, em geral sofre com uma má administração. Vejam a América Latina: aqui sofremos com alta dos preços em geral, na Argentina, administrada de uma forma que até para nós, pode ser considerável risível, além dos aumentos, há falta de produtos básicos e combustíveis.

Não podemos acreditar em nenhum milagreiro da política, pois, basta ver de forma superficial os discursos para percebermos que dali nada se salva – Não existe um plano, não existe estratégia, não existe uma medida que possa trazer benefício ao país nesse momento em que o mundo inteiro sofre com o aumento dos preços.

O combustível não vai baixar por mágica. Os alimentos continuarão em preços elevados! O que um governo responsável pode fazer é equilibrar as contas públicas, reduzir o tamanho do Estado, eliminar Estatais e acabar com o desperdício, tudo que não é feito em nosso país. Uma redução de impostos sobre produtos básicos somente pode ocorrer caso um governo possua condições de arcar com a perda de arrecadação e, considerando que quase todos os partidos votaram a favor do aumento do fundo partidário, somente podemos ver que a grande maioria dos que estão atrás do seu voto não tem competência para atuar na administração de um país.

Por isso, não acredite nos milagreiros, em quem fala que só aqui tem inflação alta e, principalmente, não acredite em ninguém que prometa resolver facilmente o problema da inflação. Fique de olhos abertos, afinal, nosso país está cheio de falsos milagreiros na política.

Diego Capua é advogado

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conoscoConteúdo de marcaConteúdo de marca
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por