MENU
BUSCAR
ARTIGO

Dia do Dentista, uma data a celebrar

Depois de vencer as dificuldades, percebo a minha classe com um olhar otimista para o futuro. Nós, dentistas, somos fundamentais para a saúde, mas também geramos emprego

Alvaro Rodrigo dos SantosPublicado em 21/10/2021 às 15:48Atualizado há 1 mês
Arquivo Pessoal
Arquivo Pessoal

O Dia do Dentista tem espaço reservado no calendário nacional: 25 de outubro, na segunda-feira. Essa data foi escolhida ainda no Brasil Império, em 1884, quando foi assinado o decreto 9.311 que criou os primeiros cursos de graduação em Odontologia. A profissionalização e outros fatores fazem com que o Brasil seja o País com mais dentistas. De acordo com o Conselho Federal de Odontologia (CFO), concentramos 19% dos profissionais no mundo todo.

E isso é motivo de orgulho para a classe de profissionais, que se equilibra em uma balança positiva desafiando a tecnologia a avançar sempre mais para garantir os melhores produtos, tratamentos e resultados aos pacientes.

Costumo brincar que ninguém acorda com vontade de ir ao dentista, como se fosse passear em um belo dia de sol. Tanto que, em meio ao cenário de fartura de profissionais, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revela que cerca de 39 milhões de brasileiros sofrem com a perda de dentes e necessitam de algum tipo de prótese. Isso quer dizer que 18% da população já perderam um ou vários dentes permanentes.

E para mudar essa realidade é que tento, em meio à brincadeira, inserir no pensamento dos meus pacientes que é possível sim acordar com vontade de cuidar da saúde, e isso inclui a boca. 

O dentista quando veste o jaleco, além da responsabilidade técnica, assume outros papéis como a importante tarefa de resgatar a autoestima por meio de um sorriso saudável e bonito. 

No fim do atendimento, é isso que vale a pena, ver a felicidade das pessoas, algo que é extremamente gratificante. Indo além, melhor do que isso, só quando o paciente dá uma passadinha para tomar um café e deixar um abraço.

Além da missão do cuidar, assuntos não faltam para celebrar o Dia do Dentista, ainda mais depois de um período difícil para nós quando tivemos que baixar as portas no começo da pandemia da Covid-19 para atender aos protocolos exigidos naquele momento para o enfrentamento do novo coronavírus. 

Depois de vencer as dificuldades, percebo a minha classe com um olhar otimista para o futuro. Nós, dentistas, somos fundamentais não somente para a saúde, mas somos também importantes geradores de emprego, investidores e incansáveis na busca por aperfeiçoamento.

Portanto, o resultado de um sorriso perfeito está na dedicação, empenho e entrega de profissionais da odontologia, que sempre tiveram lugar na história, e por isso, parabéns a todos pelo Dia do Dentista.

Alvaro Rodrigo dos Santos  é especialista em implantes e diretor técnico da franquia Oral Unic Implantes, unidade Mogi das Cruzes

ÚLTIMAS DE Colunistas