INFORMAÇÃO

O geólogo e os problemas da Rodovia Mogi-Bertioga

DIA DA SELEÇÃO Na Avenida Prefeito Carlos Ferreira Lopes, no Mogilar, torcedoras conferem a camisa 10 do atacante mogiano Neymar. (Foto: Eisner Soares)

Silvio Pomaro diz que é mais do que urgente a duplicação da rodovia

Grandes investimentos em estudos e projetos mais detalhados precisam ser feitos o quanto antes para se buscar uma solução para os problemas de deslizamentos ocorridos nos últimos tempos na ligação rodoviária Mogi das Cruzes-Bertioga. O momento é de grandes desafios, em razão das características geológicas, climáticas e do volume cada vez maior de tráfego verificados na estrada. A opinião é do geólogo Silvio Pomaro, entrevistado no mais recente número da revista Profissionais em Foco, publicação oficial da Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Mogi das Cruzes. O profissional defende que a rodovia seja acompanhada permanentemente de “reformas e adequações”, como forma de se ajustar às mudanças pelas quais vem passando, desde a sua inauguração, em 13 de maio de 1982 até o dias atuais. “Quando ela foi construída, se pensava em mil carros/dia e hoje temos de pensar em um movimento de 40 mil carros/dia, assim como na segurança dos transeuntes”, ensina o geólogo, que defende a imediata duplicação da Mogi-Bertioga. Para ele, não há outra alternativa. E uma obra desse tipo não admite improvisos, necessitando todo preparo na forma construtiva, “com a contratação de pessoal competente para execução dos projetos de estabilidade de taludes, drenagens eficientes, novas técnicas de construção, assim como a utilização de equipamentos modernos para intervenções em áreas de risco e manutenção constante das estruturas aplicadas.” O geólogo faz uma análise da situação atual da estrada, especialmente em seus pontos mais críticos, no trecho de Serra, e afirma que “apesar de os deslizamentos serem de caráter natural em ambientes como aquele, marcado por alto índice pluviométrico e variações climáticas e de temperatura, o motivo mais relevante para tais problemas são as intervenções sem controle provocadas pelos homens em suas construções.”

Sindicatos – 1
O secretário de Relações do Trabalho, Eduardo Anastasi, baixou portaria determinando a suspensão provisória, por 90 dias, de emissão de certidões sindicais por três entidades com sede em Mogi. A medida, segundo a portaria, busca evitar “possíveis irregularidades”. Tais certidões deverão ser reanalisadas por uma comissão composta por três membros daquele órgão do Ministério do Trabalho.

Sindicatos – 2
Os sindicatos alcançados pela medida do Ministério do Trabalho são: Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário; Policiais Civis de Mogi e Região; e Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários, Ônibus Urbanos, Turismo e Fretamento, Cargas Líquidas e etc. Ficam excluídas da portaria as certidões originadas de determinações judiciais.

Terminais
Um convênio celebrado entre Governo do Estado e a Prefeitura da pequena Lençóis Paulista deu àquela Cidade um terminal intermunicipal modernizado, para atender aos seus 66 mil habitantes. A parceria permitiu ao Departamento de Estradas de Rodagem (DER), vinculado à Secretaria de Logística e Transportes, repassar recursos de R$ 1,5 milhão ao Município, que gastou outros R$ 1,3 milhão. Enquanto isso…

Concorrência
O fato de a Notre Dame Intermédica, nova proprietária do Hospital Santana, ser concorrente direta da Amil, que adquiriu o Hospital Ipiranga, suscita uma dúvida: como ficará o atendimento dos conveniados dos respectivos planos de saúde nos dois centros de atendimento médico. A concorrência vai prevalecer, com cada um atendendo apenas os seus segurados, ou o espírito comercial irá falar mais alto e os dois hospitais receberão portadores de ambos os planos? Com a palavra, os empreendedores.

Cotidiano

DIA DA SELEÇÃO Na Avenida Prefeito Carlos Ferreira Lopes, no Mogilar, torcedoras conferem a camisa 10 do atacante mogiano Neymar. (Foto: Eisner Soares)

Frase
No Brasil, o fundo do poço é apenas uma etapa.
Luiz Fernando Veríssimo, escritor, humorista, cartunista, tradutor, roteirista de televisão, autor de teatro e romancista brasileiro


Deixe seu comentário