TRÂNSITO

Nova sinalização alerta para limite de velocidade em 14 pontos de Mogi

LOCAL Sinalização na avenida Henrique Peres incentiva redução de velocidade. (Foto: Eisner Soares)
LOCAL Sinalização na avenida Henrique Peres incentiva redução de velocidade. (Foto: Eisner Soares)

Uma sinalização especial é implantada pela Secretaria Municipal de Transportes para incentivo à redução de velocidade em 14 pontos de Mogi das Cruzes. A ação faz parte do trabalho para a melhoria da segurança viária na cidade e os locais foram definidos após estudos técnicos realizados pela pasta.

As linhas de estímulo à redução de velocidade chamam a atenção do motorista sobre a necessidade de trafegar mais devagar. Elas são implantadas de forma que façam um som quando o veículo passa por cima delas.

A implantação já foi realizada na avenida Joaquim Pereira de Carvalho, próximo ao Kosmos Clube; em dois pontos da avenida Henrique Peres (próximo aos cruzamentos com ruas Júlia Cerquini Paixão e Adelino de Melo), na avenida Dr. Álvaro de Campos Carneiro (próximo ao cruzamento com a rua Martiniano R. da Silva), na avenida Japão (próximo ao encontro com a rua Arujá), na avenida Henrique Eroles (na altura da rua Luís Gama) e na avenida Guilherme George, próximo ao condomínio Real Park Tietê.

Na sequência, ainda será implantada a sinalização em dois pontos da estrada Taboão-Parateí, na estrada do Pavan (no encontro com a rodovia Mogi-Dutra), na rua Natalino dos Santos Gonçalves (altura da rua João Toledo dos Santos), na avenida Pedro Machado (no acesso ao Conjunto Álvaro Bovolenta), na avenida Lothar Waldemar Hoehne (próximo ao trevo do Jardim Maricá) e na avenida Francisco Ferreira Lopes (na altura do cruzamento com a rua Henrique Lizot).

A Secretaria Municipal de Transportes também está revitalizando este tipo de sinalização em outros pontos da cidade, em que já havia sido feita a implantação. Entre os locais beneficiados está a estrada do Nagao.

As equipes da Secretaria Municipal de Transportes também estão fazendo ações de revitalização dos demais tipos de sinalização de trânsito em todas as regiões da cidade. O trabalho, que não foi paralisado durante o período de restrições por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus, compreende a pintura de sinalização de solo – como faixas de pedestres, lombadas, linhas de centro e borda – e a manutenção da sinalização vertical, com a revitalização e substituição de placas.


Deixe seu comentário