O Partido dos Trabalhadores (PT) de Mogi das Cruzes emitiu uma nota na tarde de hoje (21) liberando a militância e filiados a votarem neste segundo turno "de acordo com suas convicções". O comunicado foi postado nas redes sociais do partido, após uma nota falsa circular na internet.

Confira o comunicado na íntegra:

"Por meio desta nota, o diretório municipal do Partido dos Trabalhadores de Mogi das Cruzes esclarece à sua militância e aos filiados acerca da não restrição de votos no segundo turno das eleições municipais. Na manhã deste sábado (21/11/2020), circula nas redes sociais um possível posicionamento do partido em relação a um certo candidato que concorre ao pleito. O partido reitera sua posição de fazer frente a Marcus Melo (PSDB) e seu projeto elitista na cidade.

O candidato que concorre à reeleição para prefeito de Mogi das Cruzes faz parte de um grupo que há décadas dirige a cidade. Tal grupo é responsável por diversos problemas que os mogianos enfrentam diariamente como: favorecimento a grandes empresários, falhas na condução de políticas públicas, abandono dos bairros periféricos da cidade dentre outras questões.

Diante de tais fatos e ciente das nossas responsabilidades em carregar a maior votação para um projeto progressista na história de Mogi das Cruzes, temos ciência que os dois projetos que estão no segundo turno se distanciam de nossas bandeiras e de nossas pautas.

Por fim, liberamos nossa militância e filiados a votarem neste segundo turno de acordo com suas convicções do que seja melhor para Mogi das Cruzes.

Mogi das Cruzes, 21 de Novembro de 2020

A Direção Municipal do Partido dos Trabalhadores de Mogi das Cruzes"