A ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na rede pública de Mogi das Cruzes está em 65%, segundo os dados divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde, considerando a situação do hospitais Municipal, Luzia de Pinho Melo e Santa Casa. Eles têm, juntos, 80 leitos de UTI exclusivos para Covid-19, dos quais 52 estavam em uso. 

Na enfermaria a situação é mais tranquila, porque havia 68 pacientes internados, dos 123 leitos. 

Quando a soma abrange também a rede particular, o percentual sobe para 67% de ocupação na UTI e 55,2% na enfermaria. 

Rede estadual

Na rede estadual do Alto Tietê, a situação da UTI apresentou uma leve melhora, ficando abaixo 78,3%, enquanto nos últimos dias figurava sempre acima de 80%.

O Santa Marcelina de Itaquaquecetuba continua com os dois leitos de UTI lotados com pacientes em tratamento da Covid-19.

Em seguida vem o Hospital Regional de Ferraz, onde são ofertados 16 leitos de UTI, com 70% de ocupação. No Hospital Luzia de Pinho Melo são 20 leitos de UTI, que  registram 65%.

A Secretaria de Estado da Saúde informou mantém o monitoramento do cenário da Covid-19 em todas as regiões.