Nesta quarta-feira (3), lojas do centro de Mogi das Cruzes foram flagradas de portas abertas ou entreabertas, no Centro. Desde a meia-noite, a cidade está na Fase Vermelha do Plano São Paulo, por determinação do prefeito Caio Cunha (PODE), e apenas os serviços essenciais estão permitidos a funcionar.

Esses estabelecimentos flagrados em funcionamento não fazem parte deste grupo e são lojas de diferentes segmentos, como roupas e móveis. São lojas em diferentes ruas da região central, como a Coronel Souza Franco, Dr. Paulo Frontin e Flaviano de Melo.

LEIA TAMBÉM: Mogi das Cruzes tem semana mais mortal desde o início da pandemia

A Secretaria Municipal de Segurança informou que os efetivos do Departamento de Fiscalização de Posturas e da Guarda Municipal estão nas ruas de Mogi para acompanhar o cumprimento das medidas de restrição determinadas pelo decreto municipal para enfrentamento da pandemia de Covid-19.

Nesta primeira manhã, o principal foco dos fiscais está na orientação dos comerciantes sobre as medidas que devem ser adotadas com a Fase Vermelha. Até o momento, não há o registro de autuações. A pasta disse ainda que locais apontados pela reportagem serão novamente verificados pelas equipes de fiscalização.

A população também pode colaborar com denúncias, pelo telefone 153, da Central Integrada de Emergências Públicas (Ciemp).

As restrições foram adotadas na cidade após os leitos de UTI chegarem a lotação máxima no Hospital Municipal, em Braz Cubas. Além disso, os outros hospitais da cidade ultrapassavam os 90% de ocupação até ontem.