Entrar
Perfil
ALTA DO PETRÓLEO

Preço da gasolina vira alvo de troca de farpas entre Bezos e Biden nas redes

Presidente do EUA pede que postos reduzam combustível 'agora', e fundador da Amazon acusa Casa Branca de 'incompreensão sobre a dinâmica básica do mercado'

Agência O Globo
04/07/2022 às 12:23.
Atualizado em 04/07/2022 às 14:57

Presidente dos EUA, Joe Biden, e o bilionário Jeff Bezos (Imagem: Shutterstock)

O fundador da Amazon, Jeff Bezos, criticou o apelo do presidente Joe Biden para que os executivos do petróleo reduzissem os preços da gasolina. No sábado, Biden afirmou no Twitter que “esta é uma época de guerra e perigo global” e pediu que as empresas reduzissem o preço dos combustíveis na bomba.

“Reduzam os preços que vocês cobram nas bombas, para refletir o que vocês pagam pelo produto. E façam isso agora”, tuitou Biden.

Bezos comentou a declaração do presidente dos EUA ainda no sábado:

“A inflação é um problema importante demais para a Casa Branca continuar a fazer declarações como essa. Ou é um erro puro e simples, ou uma profunda incompreensão sobre a dinâmica básica do mercado.”

'Consumidores na mão'

No domingo, a Casa Branca decidiu replicar. Também pelo Twitter, a porta-voz do governo, Karine Jean-Pierre, afirmou que a razão por trás dos preços elevados da gasolina não se trata de “dinâmica básica do mercado”.

Ressaltando que os preços do petróleo recuaram cerca de US$ 15 em julho, ela afirmou que “é um mercado que está deixando os consumidores americanos na mão.”

A média nacional de gás foi de US$ 4,812 no domingo, valor próximo ao recorde de US$ 5,016 estabelecido no mês passado.

John Kirby, porta-voz do Conselho de Segurança Nacional na Casa Branca, disse que Biden propôs medidas, inclusive na cúpula do G7, que podem reduzir os preços da gasolina nos EUA e liberou petróleo da Reserva Estratégica de Petróleo.

“Se todo mundo cooperar com isso, podemos reduzir o preço em pelo menos cerca de um dólar por galão”, disse Kirby no “Fox News Sunday”.

Bezos já acusou Biden de “desorientação” antes. Em maio, o executivo de comércio eletrônico respondeu a um tuíte do presidente dizendo que a inflação poderia ser domada se as corporações ricas “paguem sua parte de forma justa”.

Biden tem criticado as empresas de petróleo e gás por obter lucros inesperados. Gás e energia são os principais vilões da inflação americana, representando uma grande questão política para os democratas, com eleições de meio de mandato a apenas alguns meses.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por