DEPREDAÇÃO

Mulher danifica a sede do Conselho Tutelar e é presa

Ao sofrer surto nervoso, a entregadora Beatriz Queiroz, 25 anos, moradora na Casa Branca, em Suzano, passou a danificar nesta terça-feira a sede do Conselho Tutelar, na rua Astrogildo Faria, no centro de Mogi. Por jogar no chão dois computadores, duas impressoras e danificar outros objetos da Prefeitura de Mogi, ela foi presa pela Guarda Municipal e autuada em flagrante por dano ao patrimônio público, o que a levou ao presídio feminino improvisado na Delegacia Central de Itaquaquecetuba. Ontem, a acusada aguardava a decisão da Justiça.

A conselheira Heloísa Moreira deu detalhes sobre o comportamento de Beatriz na delegacia. A entregadora foi surpreendida na madrugada de terça-feira com a filha, de 1 ano, no colo, na região central de Mogi. Os guardas municipais disseram que ela aparentava estar drogada ou embriagada.

No Conselho Tutelar, Beatriz foi informada que sua filha iria para um abrigo. Ela quis saber o motivo e começou a depredar os equipamentos. O caso foi informado à Vara da Infância e Juventude.

Acidente

O aposentado Manuel Andrade de Freitas, 78, procurou a Polícia Civil, no Distrito Central, terça-feira à noite e disse que dirigia o seu Ford F1000 na rodovia Mogi-Bertioga, no último dia 3, quando atropelou Sérgio Domingues, 46, que faleceu no dia seguinte no Hospital Luzia de Pinho Melo. Segundo o motorista, que até terça-feira não tinha sido identificado, a vítima entrou cambaleando na frente do seu veículo.


Deixe seu comentário