MENU
BUSCAR
Solidariedade

Mogi Contra Fome arrecada alimentos e ajuda famílias vulneráveis

Projeto reúne diversas Secretarias Municipais em duas grandes frentes, sendo uma para a captação de alimentos e outra para a distribuição dos estoques

Conteúdo de marcaPublicado em 11/06/2021 às 16:23Atualizado há 2 meses
Lívia de Sá
Lívia de Sá

Muitos desafios foram trazidos pela pandemia da Covid-19 e um dos mais graves, decorrentes da crise social e financeira deflagrada, é a fome. Pensando nisso, a Prefeitura de Mogi das Cruzes criou e vem trabalhando em uma força-tarefa de arrecadação e distribuição de alimentos, que é o projeto Mogi Contra Fome.

A ação reúne diversas Secretarias, órgãos e departamentos municipais, em duas grandes frentes: o estímulo à doação de alimentos por parte de pessoas físicas e jurídicas e a entrega de alimentos para pessoas em situação de vulnerabilidade social e fragilizadas em função da pandemia. 

Desde que os trabalhos tiveram início, quase 34 mil cestas básicas e 830 toneladas de alimentos já foram entregues àqueles que mais precisam. Já de captações, foram arrecadadas ou adquiridas 36 mil cestas básicas arrecadadas, mais 862 toneladas de alimentos.

Assistência Social distribui mais de 30 mil cestas básicas

A Secretaria Municipal de Assistência Social é uma das integrantes do projeto Mogi Contra Fome e já foi responsável pela distribuição de mais de 30 mil cestas básicas a famílias em reconhecida situação de vulnerabilidade social do município, já inscritas no Cadastro Único (CAdÚnico).

Uma das ações foi a entrega de 28.779 cestas completas, recebidas pelo Governo do Estado, por meio do programa Alimento Solidário e que foram entregues em sua totalidade, ainda nos primeiros meses do ano.

A Pasta também já entregou mais de 3.800 cestas básicas a partir do programa Quitanda Social e da campanha humanitária “Proteja e Salve +Vidas”, da Fundação Banco do Brasil. O projeto como um todo envolve a Fundação Banco do Brasil, a Coordenadoria de Desenvolvimento Rural Sustentável (CDRS), o projeto FaçaumBemINCRÍVEL, a Cooprojur e a  Secretaria Municipal de Agricultura.

A Pasta adquiriu ainda 8,2 toneladas de alimentos, com recursos do governo federal, por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Os mesmos foram distribuídos para instituições previamente cadastradas, que atendem públicos prioritários, como idosos e pessoas com deficiência.