NOVO CORONAVÍRUS

Mogi reduz número de óbitos por Covid-19 entre junho e julho

SITUAÇÃO Hospital Municipal tem 59 pessoas internadas pelo novo coronavírus, sendo 34 em leitos de UTI. (Foto: arquivo)
SITUAÇÃO Hospital Municipal tem 59 pessoas internadas pelo novo coronavírus, sendo 34 em leitos de UTI. (Foto: arquivo)

Entre os meses de junho e julho, as mortes em decorrência da Covid-19 em Mogi das Cruzes apresentaram queda de 23%, segundo acordo com dados registrados pelo Departamento de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde. Os registros incluem mogianos que faleceram na cidade, na Capital e também em outros municípios, seguindo as notificações realizadas pelos hospitais e os dados lançados nos sistemas oficiais de monitoramento.

No mês de junho foram registrados 87 óbitos de mogianos por Covid-19. Em julho, esse número baixou para 67. A redução atende às expectativas, mas ainda é tempo de cuidado e prevenção porque o vírus continua circulando e a pandemia não acabou. “Não podemos descuidar até que uma surja uma vacina eficaz contra a doença. Até lá, distanciamento social, uso de máscaras e higiene das mãos devem fazer parte da rotina de todos”, reforça o secretário municipal de Saúde, Henrique Naufel.

Desde o início da pandemia, a Prefeitura de Mogi tem adotado uma série de medidas para conter o avanço da contaminação e garantir atendimento médico para todos que precisam. Uma das primeiras ações foi a criação do Centro de Referência do Coronavírus no Hospital Municipal, em Braz Cubas, com Pronto Atendimento, exames e internação para pacientes suspeitos ou confirmados de Covid-19. O Hospital de Campanha, na avenida Cívica, foi instalado garantir retaguarda aos casos leves e moderados.

Atualmente, há 59 pessoas internadas pelo novo coronavírus no Hospital Municipal (34 em leitos de UTI e 25 em enfermaria) e 32 pacientes no Hospital de Campanha (todos em leitos de enfermaria). No município, incluindo hospitais públicos e privados, há 184 pessoas internadas, das quais 60 estão em terapia intensiva e 124 em leitos de enfermaria, o que representa 55% de ocupação em UTI para Covid e 40% em Enfermaria para Covid-19.


Deixe seu comentário