Os 20 anos de ordenação episcopal do bispo diocesano de Mogi das Cruzes, dom Pedro Luiz Stringhini, serão comemorados no próximo dia 10, uma quarta-feira. 

Para celebrar a data, a Diocese está preparando uma missa de ação de graças, que será celebrada, a partir das 19h30, na Catedral de Santana.

O evento deverá contar com a participação de boa parte do clero, mas para todas as celebrações, a Diocese promete seguir com atenção os cuidados e as orientações das autoridades de saúde para evitar a propagação da Covid-19, como o uso obrigatório de máscaras e a não aglomeração de pessoas, respeitando o número de ocupação de acordo com o Plano SP. A missa será transmitida ao vivo pelo facebook do Igreja na Mídia.

A ordenação do bispo mogiano aconteceu no dia 10 de março de 2001, pelas mãos de dom Cláudio Hummes, então arcebipo metropolitano de São Paulo. Para seu trabalho religioso, o bispo adotou o lema episcopal “Em resposta a Tua Palavra” (Lc 5,5).

Nascido em Laranjal Paulista, em 17 de agosto de 1953,  o religioso foi ordenado padre pela imposição das mãos de dom Paulo Evaristo Arns, no dia 9 de agosto de 1980.

Entre os anos de 2001 a 2009, dom Pedro Stringhini foi bispo auxiliar da Arquidiocese de São Paulo. Em 30 de dezembro de 2009, foi nomeado pelo então Papa Bento VXI, como bispo da Diocese de Franca, onde permaneceu até novembro de 2012, quando tomou posse na Diocese de Mogi das Cruzes (em 19 de setembro, nomeado bispo da Diocese de Mogi das Cruzes e no dia 24 de novembro, aconteceu a posse como o quinto bispo da Diocese).

Antes de dom Pedro, a Diocese de Mogi foi comandada por dom Paulo Rolim Loureiro, seu primeiro bispo, que faleceu em um acidente automobilístico, na Capital paulista.

Algum tempo depois, acabou substituído por dom Emílio Pignoli, vindo de Orlândia, no interior do Estado, o qual teve um mandato marcado por algumas decisões polêmicas. 

Com a divisão da Arquidiocese de São Paulo, visando reduzir a influência política de dom Paulo Evaristo Arns, o cardeal arcebispo, dom Emílio foi conduzido para a Diocese de Campo Limpo, na Capital. 

Seu substituto foi dom Paulo Mascarenhas Roxo que teve de conviver com problemas ligados a investimentos financeiros da Diocese. Dom Paulo Roxo deixou o cargo após completar 70 anos, como mandam as leis canônicas, substituído, então, por dom Pedro Luiz Stringhini,  no cargo há nove anos.

Verba federal contra Covid-19

Uma portaria assinada pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, no último dia 1º de março e publicada na edição de ontem do “Diário Oficial da União”, institui em caráter excepcional e temporário incentivo federal de custeio aos municípios que, nos últimos meses do ano passado, possuíam credenciados e implantados centros comunitários de referência para enfrentamento da Covid-19. Para Mogi das Cruzes, o Ministério irá destinar R$ 1,68 milhão, em parcela única. O incentivo foi destinado ao custeio dos centros de tratamento da pandemia nas competências de janeiro até março deste ano. O Hospital Municipal Waldemar Costa Filho deve ser o principal beneciado com os recursos.

Muito mimimi e pouca ação

O ex-secretário municipal da Saúde de Mogi das Cruzes, Téo Cusatis, hoje atuando junto à iniciativa privada , postou o seguinte comentário, ontem, em uma de suas redes sociais: “Triste o momento que estamos passando. Além da falta de planejamento, unidades de saúde sendo fechadas, egos inflados sem melhoria prática para a população, diminuição do transporte público, famílias afastadas, pessoas sem noção que não se protegem, mortalidade e superlotação em alta. Cada vez mais admiro nosso pessoal da saúde na linha de frente. Já é difícil enfrentar uma doença desconhecida, mas os governantes conseguem deixar tudo ainda mais complicado. Muito mimimi e pouca ação.”

Ação pela ecologia

Em, março, quando se comemora o Dia do Consumidor, a Comgás, em parceria com a Fundação SOS Mata Atlântica, lança uma campanha de conscientização ambiental e digital. O objetivo é reduzir a circulação de papel e contribuir com a restauração da Mata Atlântica, bioma mais ameaçado do Brasil, através do plantio de árvores. Tudo isso trazendo comodidade e praticidade ao cliente.  Para cada cliente que aderir à opção de recebimento da fatura por e-mail e o pagamento pelo débito automático, a Comgás vai plantar uma muda de árvore nativa do bioma, na região de Promissão, interior de São Paulo. A campanha vai de 01 até 15/03 e os clientes podem solicitar a conversão pelo site da Comgás.