O futuro distrito industrial do bairro do Taboão deverá receber a quinta unidade do Grupo R2IBF do País. A empresa é especializada em pesquisa, desenvolvimento e produção de radiofármacos, que são medicamentos voltados, principalmente, para o tratamento de diferentes manifestações cancerígenas. A instalação em uma área de 5 mil m², recentemente adquirida junto ao médico Júlio Lerário, proprietário da maior parte das áreas disponíveis para indústrias na Zona de Uso Predominantemente Industrial (ZUPI-1) do Taboão, resultará num investimento de aproximadamente R$ 35 milhões e na geração de 20 empregos, que exigirá profissionais técnicos, de alta capacitação, remunerados com altos salários. Resultado direto de entendimentos entre o InvestSP, órgão do governo estadual e a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social da Prefeitura,a nova empresa já vem fazendo contatos com o Grupo Técnico de Vigilância Sanitária e realizando os primeiros trabalhos de sondagem no terreno que irá abrigar a futura unidade fabril da R2IBF, cuja construção exigirá cuidados especiais, pois se utiliza de materiais radioativos. Em Mogi, deverão ser produzidos contrastes radioativos para exames de imagem feitos por equipamentos especialmente preparados para  exames  oncológicos, mas que são aplicados também em tratamentos neurológicos e cardiológicos. Como possui um tempo de vida muito limitado, o material produzido em Mogi deverá ser destinado a clínicas e hospitais da Capital ou localizadas a, no máximo, 200 km de distância de São Paulo. Aliás, foi justamente esse curto tempo de duração dos radiofármacos, que precisam ser utilizados rapidamente - pois começam a perder parte do efeito duas horas depois de saírem da fábrica -, que colaborou para que recaísse sobre o Taboão a escolha para abrigar a nova unidade do grupo. O local está muito próximo dos grandes hospitais de São Paulo e apresenta facilidade de logística, por meio de excelentes rodovias, para se atingir cidades mais próximas da Capital.  As obras da futura fábrica devem ter início no começo do ano-novo para estarem concluídas até dezembro, quando deverão começar a imediata produção do medicamentos especiais e decisivos, principalmente para o tratamento do câncer. De orgiem nacional, o Grupo R2IBF possui unidades em Porto Alegre (que serve o Sul do País), Curitiba (PR), Duque de Caxias (abastece o Rio e regiões próximas) e São José do Rio Preto (que produzia para o Interior de SP e Capital). A unidade de Mogi passará a abastecer São Paulo, região metropolitana e outras cidades de grande porte do Estado, situadas nas proximidades.

Novo coordenador

O médico ginecologista mogiano, Carlos Kossei Obata, acaba de assumir a coordenação do setor de Ginecologia e Obstetrícia do Hospital Santa Maria, de Suzano, de propriedade dos ex-diretores do Hospital Santana, de Mogi das Cruzes. Formado pela Faculdade de Medicina da UMC, Obata atua desde 1989 em hospitais como o Amparo Maternal e Stella Maris, além de haver chefiado setor selhante no Hospital Ipiranga, em Mogi. “Venho para somar, confiando no projeto de crescimento, modernização e melhorias proposto pela direção do hospital e espero contribuir com muito trabalho  e dedicação, montar uma equipe capaz, integrada com todos os setores”, disse o médico.

Isto é incrível!

Acredite quem quiser: há 40 anos operando em área nobre do Centro Cívico de Mogi, somente agora a agência da  Previdência Social deverá receber o chamado “álvara de funcionamento” do Corpo de Bombeiros, documento que deveria ter sido expedido antes do início das atividades do imóvel, na década de 1980. Nesta semana, a Superintendência Regional Sudeste I do INSS abriu licitação para contratação de empresa especializada para elaborar o projeto técnico de prevenção e Ccombate a incêndio e pânico (incluindo projeto executivo e  para-raios), para adequação do imóvel  atendendo às exigências da legislação do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo. Após o projeto, resta saber se as obras finalmente sairão do papel.

Rádio eros

O radialista mogiano Emerson Santos, conhecido por apresentar programas somente com músicas de Roberto Carlos, desde os tempos da antiga “Rádio Diário”, está lançando sua própria emissora, com transmissão via internet. A “Web Radio Eros” promete uma “programação para todos os públicos, com o melhor da música nacional e internacional”. A emissora promete muita interatividade com os internautas, além da prestação de serviços e informações em geral. Para se comunicar com a “Eros”, basta utilizar o telefone (11) - 9 - 3730-7314. Emerson, é claro, continuará apresentando o programa em homenagem ao “Rei”.