QUEIMADA

Fogo destrói parte do Brejinho de César de Souza

DE NOVO Fogo em mato atinge Brejinho de César de Souza, que abriga espécies ameaçadas de extinção. (Foto: Eisner Soares)

Um incêndio atingiu no início da tarde de ontem grande extensão da região conhecida como Brejinho de César de Souza, uma Área de Preservação Ambiental (APA) às margens do rio Tietê. O fogo foi controlado por viaturas do 17º Corpo de Bombeiros de Mogi das Cruzes, no Shangai, após quase três horas de combate. De acordo com a equipe que atendeu a ocorrência, uma área de 10 mil m² foi queimada. O local que abriga centenas de espécies, inclusive de pássaros ameaçados de extinção, tem sido alvo constante de desmatamentos, além de outros crimes ambientais como o descarte irregular de lixo e óleo.

A trágica cena se soma a diversas outras queimadas registradas em Mogi das Cruzes nos últimos dias. Também nesta sexta-feira, durante a madrugada, um trecho da Serra do Itapeti foi castigada e amanheceu em cinzas. A tendência é de que o fenômeno continue se amplificando ao longo de setembro, com o esperado aumento das temperaturas.

Quem não tem gostado do sol forte desta semana vai ficar ainda mais incomodado hoje e amanhã. De acordo com previsão do portal Climatempo, Mogi aguarda dias com temperaturas extremas, que não ocorrem sempre neste período do ano. A previsão de hoje aponta para máxima de 33° e mínima de 17° no município. Tudo indica que será o fim de semana mais quente do ano até agora, com vários recordes de calor no Estado de São Paulo.

A Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil emitiu alerta para elevação significativa dos termômetros e sensação de aumento intenso da temperatura em todo o Estado de São Paulo até domingo. “Esse calor é decorrente dos ventos que sopram do interior do continente somados à presença do sol e ausência de nuvens”, informa o órgão.
A umidade relativa do ar também pode ficar abaixo de 15% no período vespertino em praticamente todo o Estado.
Por conta deste cenário recomenda-se que as pessoas evitem exercícios físicos ao ar livre nos períodos mais quentes e consumam bastante água.

Com a umidade relativa do ar muito baixa e o calor intenso, o clima fica propenso para incêndios em cobertura vegetal. O Corpo de Bombeiros de Mogi orienta que ao se deparar com incêndio, o primeiro passo deve ser entrar em contato com os telefones 193 (Bombeiros) ou 190 (Polícia Militar).

Para evitar queimadas também é imprescindível não jogar cigarros ou fósforos acessos às margens das rodovias, especialmente de carros em movimento.


Deixe seu comentário