Entrar
Perfil
ESPORTE DIFERENTE

Mogi está embalada no hóquei sobre a grama; garotada do Sesi-SP conquista bicampeonato

Times de Mogi largam na frente neste esporte que tem se popularizado no Brasil

Fábio Palodette
23/07/2022 às 16:40.
Atualizado em 23/07/2022 às 16:54

(Foto: reprodução / Getty Images)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
ESPORTE DIFERENTE

Mogi está embalada no hóquei sobre a grama; garotada do Sesi-SP conquista bicampeonato

Times de Mogi largam na frente neste esporte que tem se popularizado no Brasil

Fábio Palodette
23/07/2022 às 16:40.
Atualizado em 23/07/2022 às 16:54

(Foto: reprodução / Getty Images)

Desde o ponto de partida em 2013, segue embalado o projeto que apresenta, dá aulas e treina times de rendimento esportivo de hóquei sobre a grama da rede SESI-SP (Serviço Social da Indústria) – sediado na unidade de Mogi das Cruzes, em Braz Cubas. Em nova prova disso, as equipes masculina e feminina SUB18 acabam de conquistar o bicampeonato brasileiro da modalidade hockey5. As finais do evento foram disputadas no Centro Olímpico Municipal, em Canoas, no Rio Grande do Sul (RS), no último dia 26.

O hóquei sobre a grama ainda é visto como novidade no País, mas tem tudo para crescer. Com o esforço da garotada, Mogi das Cruzes larga na frente: os times do SESI-SP dominaram nos últimos dois anos os principais campeonatos do esporte. A rede conta com categorias de base SUB15 e SUB18 masculino e feminino– que englobam um projeto que também oferece aulas gratuitas para a população, além da prática do esporte para alunos do Sesi.

Os leitores devem estar familiarizados com a versão sobre o gelo do esporte, popular na América do Norte. O hóquei sobre a grama substitui o chão, usando a grama. O disco é uma bola pequena e os atletas usam chuteiras e tacos. É preciso agilidade e precisão para pontuar. A inclusive, está presente nos Jogos Olímpicos de Verão.

As aulas de hóquei sobre a grama na unidade de Mogi do Sesi começaram em 2013, com a direção do técnico Augusto Felipe, que segue no comando. Iniciou como parte do projeto Atletas do Futuro, que promove a formação e a disseminação da cultura esportiva, de forma gratuita e aberto para toda a comunidade.

Com o passar dos anos, o interesse pelo esporte - ainda pouco conhecido no Brasil - foi crescendo. O trabalho por lá foi além, com a criação dos times de rendimento esportivo, as categorias de base, que vem marcando forte presença nos campeonatos, em especial nas modalidades hockey5 – uma variação do hóquei sobre a grama com 5 jogadores em cada equipe – e também na versão indoor.

Augusto conta que as categorias de base também são abertas para a população, mas, que os times são formados por atletas selecionados, que se destacam e buscam crescer no esporte. “Com o passar dos anos começamos novas metodologias, criamos as categorias de base”, lembra Augusto. Selecionamos os atletas que vemos que darão o melhor de si”, conta.

“Hoje os times praticam duas modalidades. O hockey5 e o hockey indoor”, explica o técnico.
A partida do hockey5 tem dois tempos de 10 minutos. É disputada com 5 atletas em cada lado. “A meta é continuar participando de competições nos próximos anos”, relata o técnico, que destaca o esforço dos times com a garotada de Mogi.

“Em dezembro do ano passado, ganharam o campeonato brasileiro nas três categorias que houve competição, SUB15 masculino, SUB18 os dois. No final de julho, finalizamos a competição novamente e consagramos bicampeões do sub18 masculino e feminino”, diz ele.

O SESI-SP também já contou com um time adulto, mas que durou até 2020. “Foi extinto após uma atualização do programa. Achamos que é mais interessante formar atletas”, explica Augusto.

Além disso, o esporte também está presente no programa Cultura Corporal Esportiva, que conta com aulas do hóquei para mais de 500 alunos do Sesi por mês. “Temos quase 500 crianças, que estudam no SESI, que praticam o hóquei semanalmente, o projeto está diretamente ligado a escola”, comenta Augusto.

Augusto comenta que o esporte tem feito sucesso na unidade. “Hoje podemos dizer que o SESI respira hóquei, que vai além da escola, também atraindo a comunidade do bairro”, comenta. Segundo o técnico, com essa popularização, quem ganha é a cidade como um todo. “É um novo esporte para Mogi ser representada, mais opção para os jovens. Todos os benefícios da prática esportiva”.

“No início tivemos muita dificuldade porque ninguém sabia o que era o hóquei. Hoje não, o pessoal já sabe. A modalidade tem se popularizado”, comemora.

Nas palavras de Augusto, o projeto vai além do esporte e das quadras. “Hoje temos muita gente que se dedica bastante. Damos possibilidade para os atletas, que têm conhecido o Brasil. O hóquei abre essas portas. Com contato com outros atletas, eles veem outra realidade. Essa integração é muito boa. Fora que dentro do nosso próprio time, criou-se uma família”. A família, que se reúne semanalmente para os treinos, explica Augusto.

Por fim, o técnico recomenda que jovens e responsáveis busquem mais sobre o esporte. E que busquem informações junto ao SESI-SP para aulas, caso haja interesse.


Pensando no futuro
O hóquei sobre a grama tem aberto portas na vida dos moradores de Mogi. A atleta, do SUB18 feminino do Sesi-SP, Júlia Dias Barbosa, mogiana de 17 anos, é um exemplo. Foi graças à prática que descobriu a paixão pelo esporte, que quer levar consigo nos próximos anos. Tem, inclusive, inspirações olímpicas.

“Pratico nas categorias de base desde 2019. Comecei jogando de forma não profissional, em 2013. Era como uma brincadeira”, lembra a atleta, que foi convidada por um amigo para conhecer o projeto Atleta do Futuro do SESI.

Esse tempo de brincadeira abriu espaço para um trabalho bem sério. Ela, junto das demais garotas do time costumam treinar duas vezes na, por volta de 2 horas cada dia.

“Entrei em 2019 como SUB15 já treinando para uma competição, que seria em maio. Estreamos com vitória no campeonato brasileiro. Seguimos crescendo”, relembra.

Júlia já experimentou o frio na barriga ao partir rumo a competições. “Ficamos apreensivos quando saímos da cidade, é um esporte que não é muito divulgado. É muito gratificando representar Mogi. Nós temos apoio muito forte das famílias. É incrível representar Mogi junto com as meninas do time. Batalhamos por isso desde sempre. Ver que a gente conquista isso, ver que valeu”.

A atleta acompanha a popularização do esporte. “O hóquei tem crescido bastante no Brasil. O interessante é que nestas competições os times femininos também dão show. É uma porta de entrada para outras garotas como eu, que mostram que são boas”, comemora. Para o futuro ela sonha. “Quem sabe um dia posso participar das Olímpiadas”.

 A competição
As categorias de base SUB18 masculina e feminina do SESI-SP conquistaram no final de junho o bicampeonato do Campeonato Brasileiro de hockey5.

No feminino, a final foi entre SESI São Paulo e São José, com um placar de 5 a 0, consagrando as gurias de Mogi campeãs e deixando o São José na segunda colocação. As meninas da AABB Canoas ficaram com o terceiro lugar no pódio. A partida foi com a equipe carioca, fechando 1 a 1 no tempo normal e nos Shoot-outs deu Canoas por 2 a 0.

No masculino, o SESI São Paulo venceu o Germânia no tempo normal, por 4 a 0. A disputa pelo terceiro lugar foi entre São José e AABB Canoas, deixando a equipe canoense com a 4ª colocação.

A final foi organizada pela Confederação Brasileira de Hóquei sobre a Grama e Indoor (CBHG) e tem o apoio da Prefeitura de Canoas, através da Secretaria de Esporte e Lazer de Canoas (SMEL).

Em 2021, a equipe do SESI-SP garantiu o inédito feito de conquistar o primeiro lugar em todas as categorias do campeonato, disputado este ano em modelo de pontos corridos.

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conosco
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por