Entrar
Perfil
NOVA PISTA

Mogi das Cruzes inaugura a 1ª pista de Pump Track no Parque Botyra

O equipamento, instalado no Parque Botyra Camorim Gatti, aberto neste sábado (21), é uma pista pavimentada, cheia de ondulações para ser usada por ciclistas, skatistas, patinadores e praticantes de parkour; outra pista está em construção no Parque Leon Feffer

O Diário
21/05/2022 às 17:07.
Atualizado em 21/05/2022 às 17:18

A estrutura pode ser usada para diversas modalidades ciclísticas, iniciação esportiva e condicionando para os praticante (Divulgação/PMMC)

Olá, quer continuar navegando no site de forma ilimitada?

E ainda ter acesso ao jornal digital flip e contar com outros benefícios, como o Clube Diário?

Já é assinante O Diário Exclusivo?
NOVA PISTA

Mogi das Cruzes inaugura a 1ª pista de Pump Track no Parque Botyra

O equipamento, instalado no Parque Botyra Camorim Gatti, aberto neste sábado (21), é uma pista pavimentada, cheia de ondulações para ser usada por ciclistas, skatistas, patinadores e praticantes de parkour; outra pista está em construção no Parque Leon Feffer

O Diário
21/05/2022 às 17:07.
Atualizado em 21/05/2022 às 17:18

A estrutura pode ser usada para diversas modalidades ciclísticas, iniciação esportiva e condicionando para os praticante (Divulgação/PMMC)

Prefeitura de Mogi das Cruzes inaugurou, neste sábado (21), no parque Botyra Camorim Gatti, uma pista de Pump Track, estrutura de asfalto cheia de ondulações para ser usadas por ciclistas, skatistas, patinadores e praticantes de parkour.

O equipamento instalado no parque, localizado no Centro Cívico, é de fácil acesso pela proximidade com o terminal de ônibus Estudantes e da estação Estudantes da Companhia de Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

Além de ser uma ramificação do bicicross – modalidade de ciclismo olímpica – serve de base para outras modalidades ciclísticas e pode ser utilizada como iniciação esportiva condicionando o praticante e proporcionando melhores rendimentos no cotidiano. As pistas de Pump Track podem ser usadas por ciclistas, skatistas, patinadores e praticantes de parkour.

É a primeira pista do tipo no município de Mogi das Cruzes. A Prefeitura está construindo uma segunda, no Parque Leon Feffer. A estimativa é de que a obra beneficiará cerca de 8 mil pessoas por mês.

O projeto executado com recursos do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (Dadetur). A pista inaugurada neste sábado foi orçada no valor de R$ 161.040,42 em recursos do Estado. Para construir as duas, o investimento ao todo é de R$ 409.389,94.

 Inauguração

A cerimônia de inauguração, na manhã deste sábado (21), contou com a presença do prefeito Caio Cunha (PODE), representantes das secretarias de Esportes e Lazer, Cultura, entre outros.  Também participaram do evento, o presidente da Câmara de Mogi, Marcos Furlan (PODE), integrantes da comissão permanente de Cultura, Esporte e Turismo, vereador Edu Ota (Pode), Pastor Osvaldo Silva (REP), Edinho Pereira (MDB), Bi Gêmeos (PSD), além dos vereadores Carlos Lucareski (PV), Vitor Emori (PL) e Pedro Komura (PSDB).

Prefeito Caio Cunha, secretários, vereadores e ciclistas participaram da inauguração da nova pista (Divulgação/CMMC)

O prefeito Caio Cunha fez uma homenagem à memória dos três ciclistas que faleceram recentemente na cidade dos três ciclistas que faleceram recentemente na cidade em decorrência de acidentes de trânsito na cidade. Ele disse que modalidade vem crescendo e tende a ganhar novos adeptos não só pelo aumento do valor dos combustíveis fósseis, mas pela qualidade de vida que promove. “Estamos investindo na melhoria das ciclovias e ciclofaixas, e queremos que Mogi que já é conhecida como a Terra do Caqui, passe a ser conhecida também como a Terra do Esporte, do lazer, da Cultura e a qualidade de vida”, concluiu Cunha.

Ele alega que modalidade vem crescendo e tende a crescer ainda mais não só pelo aumento do valor dos combustíveis fósseis, mas pela qualidade de vida que promove. Estamos investindo na melhoria das ciclovias e ciclofaixas, e queremos que Mogi que já é conhecida como a Terra do Caqui, passe a ser conhecida também como a Terra do Esporte, do lazer, da Cultura e a qualidade de vida”, concluiu Cunha.

A primeira a falar foi a titular da pasta de Cultura, Kelen Chacon, que ressaltou o direcionamento da Prefeitura a todas as secretarias de buscarem juntas viabilizar programas, projetos e atividades de ocupação consciente e inteligente dos espaços públicos, visando a preservação ambiental, a valorização da saúde e promovendo o lazer com respeito e integração, especialmente entre os jovens.

Em seguida, o secretário de esporte e lazer, Gustavo Nogueira destacou a importância do uso consciente desse equipamento, com cuidado e preservação, bem como seu papel na formação de novos ciclistas. “Há alguns anos a campeã brasileira de Mountain Bike e duas vezes campeã da ultramaratona de ciclismo Brasil Ride, Viviane Favery, escolheu Mogi como sua casa, pois, encontrou aqui as condições necessárias para seus treinos. E ela sempre usava a expressão ‘flow da bike’ para se referir a um estágio de conexão profunda entre o ciclista e a bicicleta que o fazia desempenhar melhor a atividade – e dizia que uma pista de Pump Track é o melhor lugar para desenvolver esse flow. Então, mais do que um equipamento esportivo de lazer e treinamento é também um espaço para a formação de novos atletas ciclistas e skatistas”, narrou Nogueira. 

 “Essa entrega é muito importante porque ela vem do reconhecimento da nossa cidade como município de interesse turístico, com recursos que vieram do governo do estado de São Paulo é uma conquista também coletiva, porque o processo que decidiu onde seria investido este recurso se deu a partir do nosso Conselho Municipal de Turismo e da participação dos coletivos de mountain bike e de ciclismo aqui da nossa cidade”, pontuou o coordenador de Turismo de Mogi, Luiz Felipe Uchoa.

O representante do coletivo MTB Ubirajara Nunes, lembrou que em 2015 um grupo de ciclistas se reuniu para criar um coletivo a partir do qual passaram a propor e apresentar soluções concretas para o poder público pleitos ligados à mobilidade urbana através da bike, como a implantação de ciclovias e ciclofaixas, e também da prática esportiva. “Hoje, recebemos a primeira pista de Pump Track e só temos a agradecer aos que lutaram por essa conquista que tem por objetivo resignificar a importância desse esporte e da bike como modal de transporte”, observou. 

 “Essa inauguração está acontecendo hoje porque o prefeito, Caio Cunha, teve o brio de cobrar uma pista melhor para a nossa cidade. Vemos que os secretários têm políticas públicas para esse parque e desejamos que a população possa praticar aqui suas atividades físicas, em especial o esporte da bike e, com isso, consigamos fomentar novos valores na nossa cidade”, observou Marcos Furlan.

Já para o presidente da comissão permanente de Cultura, Esporte e Lazer da Câmara Municipal, Edu Ota, o esporte está ganhando novamente mais uma pista, mais uma ferramenta de fortalecimento da atividade e que será capaz de influenciar positivamente na Educação, na Saúde, na Segurança Pública e em outras áreas afins.

Representante do secretário estadual de turismo e viagens, Antônio Naz Serralha diretor técnico da Dadetur falou sobre a satisfação em ver a aplicação adequada de um recurso público, do qual participou da criação da lei que deu origem a ele: “Esta obra mostra que a Prefeitura de forma muito assertiva está priorizando a alocação de recursos em pontos que ampliam o fluxo de visitantes e, assim, valoriza o título ao qual faz jus de município de interesse turístico”, disse

  

  

  

Conteúdo de marcaVantagens de ser um assinanteVeicule sua marca conoscoConteúdo de marcaConteúdo de marca
O Diário de Mogi© Copyright 2022É proibida a reprodução do conteúdo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por