O Mogi das Cruzes Basquete venceu a Unifacisa por 98 a 91, na tarde desta sexta-feira (11), no Ginásio Hugo Ramos, pelo NBB (Novo Basquete Brasil). O próximo desafio da equipe será nesta segunda-feira (14) contra o Fortaleza Basquete Cearense, às 17h, também no Hugão, com transmissão ao vivo pelo DAZN.

O duelo foi equilibrado desde o começo, com uma vantagem de cinco pontos para os mogianos ao fim do primeiro quarto por 29 a 25. No segundo, o time da casa continuou na frente, vencendo por 18 a 16. Na volta do intervalo, o time da Paraíba levou a melhor por 28 a 24 (3º) e o último foi mais equilibrado, mas vencido pelo Mogi Basquete por um ponto (27 a 26), consolidando a vitória.

“Essa vitória foi importantíssima. Um confronto direto e uma equipe acima da gente. Agora, vamos brigar contra o Fortaleza para estar no G8. Temos muito a crescer com a volta do Coleman e com a entrada do Mogi. Hoje jogamos com inteligência, soubemos dar e tirar volume. Essa estratégia nos deu uma condição de ter o controle do jogo, e tendo o controle de jogo, com a administração do Fúlvio, tudo fica mais fácil”, ressalta o técnico Guerrinha.

Os destaques do jogo foram o armador Fúlvio Chiantia, com duplo-duplo de 20 pontos e 16 assistências, os ala-pivôs Wesley Castro, cestinha com com 28 pontos e onze rebotes, Fabricio Russo, com 17 pontos, e Luís Gruber, com oito. Também foi bem o ala-armador Guilherme Lessa, com 10 pontos e quatro assistências.

Desfalques

A equipe não contou com os alas Dominique Coleman, que deve ficar fora por até seis semanas, por conta de uma lesão na panturrilha direita, e Luiz Colina, afastado por uma tendinite na perna esquerda. Outra baixa da equipe foi o ala recém-contratado pela equipe, Wesley ‘Mogi’, que ainda não pode fazer sua estreia por não estar com a documentação autorizada e aguarda a liberação dos documentos.