MENU
BUSCAR
COPA SUL-AMERICANA

Luan comenta cobranças no Corinthians e exalta apoio: 'Dedicação não falta'

Na véspera do jogo contra o Peñarol, pela Copa Sul-Americana, Luan foi o escolhido para dar entrevista coletiva, o que indica a sua titularidade

Agência EstadoPublicado em 28/04/2021 às 15:35Atualizado há 13 dias
Foto: divulgação / Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Desde que chegou ao Corinthians, no começo de 2020, o meia-atacante Luan está sempre no foco dos comentários da imprensa, dos torcedores ou nas entrevistas coletivas no clube. Com tanta cobrança, ele diz que tem consciência do que pode entregar e encontra apoio interno no CT Joaquim Grava.

Nesta quarta-feira, véspera do jogo contra o Peñarol, pela Copa Sul-Americana, Luan foi o escolhido para dar entrevista coletiva, o que indica a sua titularidade. Mesmo em evolução e dando sinais de melhora, o jogador ressaltou que não falta vontade e energia.

"Acho que essa questão de dar carrinho, sujar o calção, sempre que precisar eu vou estar a disposição para ajudar os companheiros em campo, mas tem que entender as características de cada um. Nem sempre minha característica é dar carrinho, é mais técnica, mas me dedico dentro dos jogos. Pode parecer, por questão de não dar carrinho e sujar calção, mas correr e dedicação não faltam. Meus números, nos jogos que joguei, fui um dos que mais correu em campo, em distância percorrida. Me dedicar e me entregar nas características não tem faltado", disse Luan.

O meia-atacante foi poupado do clássico contra o Santos, no último domingo, para poder estar bem para atuar nesta quinta-feira, às 19h15, contra o Peñarol, na Neo Química Arena, em São Paulo. Ele já havia atuado como titular na última semana, diante do River Plate-PAR, em Assunção, e repete essa condição na segunda rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana.

Na visão do camisa 7 do Corinthians, o duelo com os uruguaios possui caráter decisivo. "A partida de amanhã (quinta-feira) é uma final. Temos que encarar a partida como se só a vitória importasse para gente, só a vitória nos interessa. No jogo de domingo (clássico contra o São Paulo, pelo Campeonato Paulista), eu não estou pensando. Estou pensando só amanhã em fazer um grande jogo e vencer. Temos que saber a força do Corinthians e impor isso lá dentro", afirmou o meia.

ÚLTIMAS DE Esportes